Basquete: Gegê aposta em alegria e entrosamento do Minas para surpreender adversários

0
0

Todas as temporadas vem sendo históricas para Gegê nos últimos anos. Cada uma à sua maneira. Depois de quatro títulos consecutivos nacionais com a camisa do Flamengo (2016-2015-2014-2013), além de conquistas continentais e o Mundial, o armador foi peça importante na conquista inédita para Bauru em 2017, numa série emocionante contra o Paulistano, que teve ainda a ‘surpresa’ da chegada de Sophia, sua primeira filha, horas antes do jogo decisivo.

De casa nova, o carioca quer seguir fazendo história, agora com a camisa do Minas Tênis Clube, com quem assinou por uma temporada. E, na reta final de preparação para o histórico NBB 10, os mineiros sediam a Copa Avianca esta semana, entre os dias 25 e 31, torneio que terá ainda Flamengo (RJ), Vasco da Gama (RJ), Botafogo (RJ), Vitória (BA) e Basquete Cearense (CE).

“É um mini NBB, um campeonato que já antecipa o clima de rivalidade, de competitividade e que vai exigir muito de todas as equipes. É início de temporada, ainda estamos lapidando o melhor jogo, vamos enfrentar times muito fortes, que se reforçaram bastante, mas a alegria e o entrosamento do nosso grupo podem fazer a diferença. Um bom resultado vai dar mais moral e confiança também para a disputa do NBB”, afirmou o camisa 19.

Sob o comando de Flávio ‘Espiga’, o Minas se reforçou e vem treinando forte para alçar voos mais altos no campeonato nacional. A melhor campanha do Minas até hoje na história do campeonato foi a chegada à semifinal, em 2010 (perdeu por 3 a 2 para o Brasília). Grupo reformulado, apenas três jogadores permaneceram da equipe da última temporada.

“É um time novo, que precisa de tempo para estar equilibrado, mas o comprometimento de todos está tornando as coisas mais simples. Temos jogadores experientes como Teichmann, Audrei, Jefferson Campos e o americano Evan, e isso é importante para que o time tenha maturidade e poder de decisão – completou Gegê, que teve médias de 25,5 minutos, 5,5 pontos, 2,5 rebotes, 3,4 assistências e 1,1 bolas recuperadas no último NBB – O Minas tem uma excelente estrutura, fui muito bem recebido e fiquei bastante impressionado com as instalações, com tudo o que encontrei, porque é realmente de primeiro mundo. Agora é entrar com força total na temporada”.

Comente