Brasil realiza jogo preparatório contra a Angola nesta terça

0
11

A Seleção Brasileira Adulta Feminina enfrenta Angola, nesta terça-feira (1º de agosto), às 21h (de Brasília), no ginásio Municipal João do Pulo, em Pindamonhangaba (SP), na reta final de preparação para a disputa da ‘Copa América – 2017 (FIBA Women’s AmeriCup – 2017). 

Para o técnico Carlos Lima, as duas partidas contra o selecionado angolano serão importantes para avaliações e algumas conclusões. “Um jogo em que poderemos fazer análises e testar muitas coisas que treinamos até aqui, por isso, é muito importante, ainda mais nesta reta final de preparação”, explicou.

O preparador físico Clóvis ‘Vita’ Haddad também fará as suas observações. “O jogo preparatório neste momento é um instrumento muito importante na avaliação da condição atual das atletas, uma vez que poderemos observar o quanto elas estão resistentes com relação ao jogo, vamos poder observar a recuperação delas após a partida e também poderemos ver os aspectos de velocidade e agilidade, como elas estão conseguindo desempenhar. Nesse momento próximo a competição é de suma importância termos situações efetivas de jogo, que nos preparem bem para a Copa América”, completou.

O Brasil volta a enfrentar o selecionado de Angola, no dia 02 de agosto (quarta-feira), às 15h (de Brasília), no mesmo local, em mais um jogo preparatório.

Os treinamentos da Seleção Brasileira serão realizados em Pindamonhangaba (SP) até 03 de agosto (quinta-feira). Já a ‘Copa América – 2017 (FIBA Women’s AmeriCup – 2017)’ será jogada de 06 a 13 de agosto, em Buenos Aires, na Argentina, classificando os três primeiros colocados ao Campeonato Mundial Adulto Feminino de 2018.

Compondo o Grupo A, a equipe nacional estreia enfrentando a Venezuela, no dia 06 de agosto (domingo). No dia 07, o adversário será a Colômbia, enquanto que no dia 08 o Brasil folgará. O retorno acontece em 09 de agosto, duelando com Ilhas Virgens. O selecionado nacional conclui a sua participação na primeira fase encarando a anfitriã Argentina, no dia 10.

TECNOLOGIA

O departamento médico da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) tem utilizado em suas atletas da Seleção Brasileira Adulta Feminina uma valiosa ferramenta de diagnóstico nas lesões musculoesqueléticas. Trata-se de um aparelho portátil de ultrassonografia.

“Este aparelho utiliza a tela do celular ou tablet como visor. É pequeno o bastante para ser carregado na mochila médica para à quadra, academia e competições. Confere agilidade no diagnóstico e tratamento das lesões, ainda mais em um curto período de treinos como esta para a Copa América”, explicou o médico Paulo Roberto Szeles, que forma o departamento médico do selecionado feminino ao lado de Carlos Vicente Andreoli e Lenita Glass.

Comente