Sábado, 02 Julho 2016 18:43

Darlan Romani e July Ferreira conquistam ouro no segundo dia do Troféu Brasil

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

"Foi uma marca boa, acima dos 20 metros. Essa é uma constância que a gente tem de manter em todas as competições para chegar bem na Olimpíada..."unnamed

Darlan Romani, classificado para a competição olímpica de agosto, comemorou a regularidade nas marcas e a medalha de ouro no arremesso do peso (20,21 m) para o Clube de Atletismo BM&FBOVESPA no segundo dia de provas do XXXV Troféu Brasil de Atletismo, na Arena Caixa, em São Bernardo do Campo, nesta sexta-feira (30/6/2016). O outro ouro do programa de provas do Clube veio com a jovem July Ferreira da Silva, de 21 anos, nos 800 metros (2min03s94), que comemorou o seu primeiro título nacional. Esta foi a quarta vez que July corre sua melhor marca pessoal na distância. 

"Foi uma marca boa, acima dos 20 metros. Essa é uma constância que a gente tem de manter em todas as competições para chegar bem na Olimpíada. Fixamos um objetivo no nosso camping no exterior e deu certo: fazer o índice e arremessar acima de 20 metros em todas as competições. E agora é fazer a preparação final - não tem mais competições. Vamos para o Rio no dia 18", observou Darlan. "O objetivo da preparação vem sendo cumprido a cada competição, não falhou em nenhuma e isso é um conforto. Está dando certo. Em termos de competição olímpica o objetivo é melhorar a marca pessoal."

July deixou Natal (RN) para treinar com o técnico Adauto Domingues no Clube de Atletismo BM&FBOVESPA em 2015 e tem melhorado suas marcas pessoais tanto nos 800 m quanto nos 1.500 m. "Vejo que fiz a escolha certa. Quando cheguei, no ano passado, o Adauto disse que tudo ia ser diferente. Que eu iria sentir saudades da minha mãe, iria estranhar o clima, a comida e o treino... Que teria de ser forte e que meus resultados iam cair. Dito e feito. Agora estou colhendo os frutos." A meio-fundista volta a competir no Troféu Brasil nos 1.500 m.

Juliana Gomes dos Santos conquistou o último pódio do segundo dia de Troféu Brasil para o Clube BM&FBOVESPA. Enfrentou o frio na Arena Caixa para conquistar a medalha de prata nos 3.000 m com obstáculos (9min50s89), prova na qual já está qualificada para a competição olímpica e é a atual recordista brasileira e sul-americana. "Venho de duas semanas com dores nas pernas. Não é lesão, é mais por causa do resultado que eu fiz, porque buscar um índice é passar o limite e a musculatura está inflamada. Saio feliz da prova, porque eu queria fazer minha parte. Amanhã corro os 5.000 m e sei que não vai ser fácil, mas quero outro pódio".

Lido 107 vezes

Please publish modules in offcanvas position.