Quinta, 30 Agosto 2012 22:44

Daniel Dias ganha ouro e bate recorde mundial na estreia

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

A natação do Brasil abriu com chave de ouro sua participação nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012. O megacampeão Daniel Dias confirmou seu favoritismo, subiu ao lugar mais alto do pódio e ainda bateu o recorde mundial nos 50m Livre S5, com o tempo de 32s05, 21 centésimos mais rápido que sua marca anterior.

A natação do Brasil abriu com chave de ouro sua participação nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012. O megacampeão Daniel Dias confirmou seu favoritismo, subiu ao lugar mais alto do pódio e ainda bateu o recorde mundial nos 50m Livre S5, com o tempo de 32s05, 21 centésimos mais rápido que sua marca anterior.

“Fiquei muito feliz de começar os Jogos com o ouro. Em Pequim foi da mesma maneira, espero repetir os resultados de lá”, disse Daniel, que há quatro anos conquistou quatro medalhas de ouro, quatro de prata e uma de bronze. Após ganhar sua décima medalha paralímpica, Daniel disse que sentiu que as provas serão mais difíceis este ano. “Vi que os adversários estão mais fortes do que eu pensava”, admitiu.

Andre Brasil também subiu ao pódio no primeiro dia. Ele ficou com a prata nos 200m Medley SM10, com o tempo de 2m12s36, atrás do canadense Benoit Hout, que bateu o recorde mundial da prova, em 2m10s01. “Não fiquei feliz com tempo, mas muito com a prata. Quebrou um pouco o gelo da primeira prova. O primeiro passo foi dado”, afirmou Andre, que tem como meta conquistar medalha nas oito provas que disputará.

Clodoaldo Silva terminou os 50m Livre S5 (34s99) em quinto. “Fiquei muito feliz em nadar novamente abaixo dos 35 segundos”, comemorou Clodoaldo. “Desde 2007, no Parapan do Rio eu não fazia essa marca.”

Joana Neves ficou em quarto na final dos 50m Livre S5 (38s11). “Ainda espero levar uma medalha para o Brasil. Vou concentrar mais, rever as imagens, ver o que posso melhorar. Mesmo assim estou muito feliz. Ainda tenho mais quatro provas”, avaliou Joana.  “O detalhe pode ter sido uma saída, uma braçada. Eu tinha dois sonhos. Um deles era ser mãe e eu já realizei. O outro era participar de uma Paralimpíada. Agora estou completa”, afirmou a nadadora brasileira.

Lido 108 vezes

Please publish modules in offcanvas position.