Sexta, 04 Novembro 2011 23:17

23h17 - CPB firma parceria de R$3,5 milhões com governo de SP

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

No início da tarde desta sexta-feira, 4, o Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB) firmou convênio e contrato com o Governo do Estado de São Paulo para viabilizar a criação do Time São Paulo Paraolímpico, projeto que contempla 25 dos melhores atletas com deficiência do Brasil, a fim de prepará-los para os Jogos Paraolímpicos de Londres 2012.

No início da tarde desta sexta-feira, 4, o Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB) firmou convênio e contrato com o Governo do Estado de São Paulo para viabilizar a criação do Time São Paulo Paraolímpico, projeto que contempla 25 dos melhores atletas com deficiência do Brasil, a fim de prepará-los para os Jogos Paraolímpicos de Londres 2012. A cerimônia aconteceu na sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em São Paulo, e contou com a presença da Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Dra. Linamara Rizzo Battistella, do Governador Geraldo Alckmin, do presidente do CPB, Andrew Parsons, entre outros.

A parceria visa avaliar, controlar e executar ações de suporte ao desenvolvimento esportivo de atletas de alto nível vinculados ao estado de São Paulo. O convênio prevê ajuda de custo para atletas e treinadores, suporte para aquisição de materiais esportivos e cobertura de viagens em competições. O investimento inicial é de R$ 3,5 milhões.

"É uma iniciativa que coroa todas as ações do governo de São Paulo para as pessoas com deficiência. Esse apoio será fundamental para a preparação para as Paraolimpíadas de Londres. Prevê intercâmbio, compra de equipamentos, bolsa mensal, equipe interdisciplinar dos atletas e mais", avalia o presidente do CPB, Andrew Parsons.

Entre os 25 atletas selecionados para fazer parte do Time, estão grandes nomes do esporte adaptado brasileiro, como Alan Fonteles, Andre Brasil, Antônio Tenório, Daniel Dias, Dirceu Pinto, Shirlene Coelho, Terezinha Guilhermina, entre outros.

A Dra. Linamara Rizzo Battistella lembra que outro objetivo, além de melhorar o desempenho dos atletas, é mostrar para a sociedade a força e os benefícios que o esporte adaptado pode trazer:

"Este apoio vai permitir não só a melhoria de suas marcas pessoais, mas também que as suas vitórias sirvam de inspiração para que outras crianças e jovens com deficiência vejam no esporte uma opção de lazer e espaço de inclusão".

O governador Geraldo Alckmin também elogiou a parceria e se despediu dizendo que parte do coração dele iria para o Parapan junto com aqueles atletas que vão representar o Brasil. O contrato tem duração de um ano, até os Jogos Paraolímpicos de Londres 2012 e pode ser renovado até 2016, quando a competição acontecerá no Rio de Janeiro.

Lido 71 vezes

Please publish modules in offcanvas position.