IPEC leva o título de campeão do Brasileiro Sub-18

0
7

A equipe do IPEC, de Londrina (PR), foi a campeã do Campeonato Brasileiro Caixa Sub-18 de Atletismo, encerrado neste domingo (20/10), no Estádio José Carlos Daudt, na Sogipa, em Porto Alegre (RS). O clube foi campeão no feminino e vice-campeão no masculino, totalizando 125 pontos na classificação geral.

A ABDA, de Bauru (SP), ficou em segundo lugar, com 92 pontos na classificação geral, seguida da APCEF/MG, com 89, do Centro Olímpico (SP), com 78, e do CASO (DF), com 73 pontos.

No masculino, os melhores foram: APA (57 pontos), IPEC (55) e ABDA Atletismo (45). No feminino, os três primeiros foram IPEC (70), APCEF/MG (67) e AD Centro Olímpico (61).

Os atletas Ryan Nunes Silva (ABDA-SP) e Lissandra Maysa Campos (Instituto Vicente Lenilson-MT) foram eleitos os melhores atletas da competição, pelo desempenho individual. Ryan foi o campeão dos 400 m com barreiras, com 52.88, enquanto Lissandra venceu o salto em distância, com 6,20 m (1.8), quebrando o recorde do torneio (na qualificação e na final).

A competição, que reuniu 634 atletas (393 masculino e 241 feminino) de clubes de todas as regiões do País, teve uma grande competitividade, culminando com as provas deste domingo.

No salto triplo, por exemplo, Breno Barbosa de Carvalho, da AMORMED (PI), foi o campeão, com 14,42 m (-0.6). A alegria foi imensa. Viveu a angústia de ver sua passagem confirmada dois dias antes da competição. “O foco era o Brasileiro e treinamos bastante. Apareceu uma doadora – Elisa – e nosso técnico abriu mão da passagem dele para mandar outro atleta. Viemos em três e estamos voltando com medalhas e bons resultados para o Piauí”, disse Breno, classificado para os Jogos Escolares de Blumenau (SC).

Completaram o pódio do triplo Luiz Victor Gomes de Souza (ASA-Sorriso), com 14,37 m (0.2) e Felipe Campelo da Silva (AMORMED), com 14,23 m (-1.7).

Igor Clemente Medeiros de Oliveira (Cube Potiguar de Atletismo) também comemorou muito a vitória nos 200 m, com 21.99 (-1.4). Izaias Alves Sales (Aguias Guariba) ficou com a prata, com 22.11, e Robson Lins Aguiar (Sport Clube Recife) com o bronze, em 22.16.

“Sou da periferia de Natal, do Bairro das Rocas. Eu não tenho muitas condições, mas tive muita ajuda para chegar aqui e competir. A passagem consegui do governo do Estado, vendi rifa, tive a ajuda da minha namorada, mãe, amigos, familiares e professores da escola. Eu tinha de mostrar para eles que não foi em vão. Nos 100 m consegui o bronze e venci os 200 m. Me sinto muito feliz por ter cumprido meu papel”, disse Igor.

Os resultados completos podem ser acessados no site:

http://www.cbat.org.br/novo/competicoes/brasileiro_sub18/2019/index.php

Comentar