Melo e Kubot estão nas quartas de final em Wimbledon, após virada espetacular

0
5

Com uma virada espetacular, a dupla Marcelo Melo e Lukasz Kubot garantiu um lugar nas quartas de final do torneio de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, em Londres, na Inglaterra. Em um jogo de superação e grande reação, o mineiro Melo e o polonês Kubot derrotaram, nesta segunda-feira (10), pela terceira rodada, o romeno Florin Mergea e o paquistanês Aisam Qureschi por 3 sets a 2, parciais de 6/7 (3-7), 4/6, 6/1, 6/4 e 6/2, em 3h22min. Foi a 11ª vitória seguida da dupla em quadra de grama nesta temporada.

Em busca da vaga nas semifinais, eles enfrentarão os vencedores da partida entre Marcus Danieli (Nova Zelândia)/Marcelo Demoliner (Brasil) e Ken Skupski (Inglaterra )/Neal Skupski (Inglaterra), que será disputado ainda nesta segunda-feira. O jogo das quartas-de-final deve ser programado para esta terça-feira (11).

Foi a segunda partida vencida por Melo/Kubot em cinco sets e em mais de 3 horas de duração em Wimbledon. Na segunda rodada, no sábado (8), já haviam enfrentando uma batalha de 3h43min diante do alemão Philipp Petzschner e do austríaco Alexander Peya.

Cabeças de chave quatro do torneio e dupla número um do mundo, Melo e Kubot não começaram bem. Sem conseguir impor seu jogo e com uma boa atuação dos adversários, perderam os dois primeiros sets. O primeiro, no tie break, após uma série muito equilibrada, Mergea e Qureschi marcaram 7/6 (7-3), em 50 minutos. A parceria cabeça de chave 14 dominou o segundo set e fechou em 6/4, em 42 minutos. Melo e Kubot até tentaram uma reação, sem resultado.

A partir do terceiro set, a história mudou. Melo e Kubot iniciaram uma grande reação. Decididos a buscar a virada, entraram com tudo na quadra e abriram 3/0, quebrando o saque de Mergea no segundo game. Com a confiança de volta, entraram no jogo e mudaram o rumo da partida. Com mais um break em cima de Mergea, no sexto game, abriram 5/1 e confirmaram o serviço para fechar em 6/1, em apenas 28 minutos.

A tranquila vitória na terceira série era o que a dupla precisava para acreditar ainda mais na virada. O quarto set foi bem mais equilibrado, mas o jogo era outro. Melo e Kubot mostravam confiança, domínio da partida e quebraram o saque de Qureshi para fazer 5/4. Aí, Kubot sacou muito bem para definir em 6/4 e levar a decisão para a quinta série, depois de 46 minutos.

Confiantes e determinados, não deram chances para os adversários no quinto set. A partida se manteve equilíbrada até Melo e Kubot conseguirem uma quebra sobre Mergea no quinto game. Na sequência, mais um break, agora no saque de Qureschi, para abrir 5/2 e fechar o jogo em 6/2.

“Não preciso nem dizer como estamos felizes em ter sobrevivido a mais essa batalha, na luta que é tentar ganhar o Grand Slam. Estamos conseguindo jogar bem cinco sets, a segunda seguida que isso acontece. Desta vez tivemos de voltar, sair de 2 a 0 contra, em uma partida em que não começamos tão bem, com tanto ritmo, e eles jogaram muito. Mas conseguimos encontrar a saída e, mesmo sendo em cinco sets, terminar jogando muito bem. Isso nos deixa ainda mais confiantes para a próxima rodada. Agora é fazer o máximo possível de recuperação para voltar firme no próximo jogo. Bem mais ligados desde o começo para, quem sabe, tentar resolver um pouco mais rápido, pois de cinco em cinco sets não é fácil, não. Mas o bom é que estamos preparados e isso mostra todo o trabalho que vem dando certo. E saber que temos físico para seguir firme”, comemorou.

Comente