Pólo Aquático: No Mundial, Brasil vence e lidera grupo A

1
0
COMPARTILHAR

No primeiro jogo de Polo Aquático Masculino do 17º Campeonato Mundial FINA de Desportos Aquáticos, a seleção do Brasil encarou o Cazaquistão, em um confronto decisivo para as pretensões de avançar de fase da equipe, e conquistou a primeira vitória, por 6 a 2 (parciais 1:1, 0:1, 3:0, 2:0), e lidera o grupo A, com uma vitória, já que Canadá e Montenegro, que completam o grupo, empataram.

Em um misto de experiência e juventude, a equipe comandada por Ângelo Coelho teve um início bom, mas com jogo ainda muito truncado, com as duas equipes estudando-se.

Após alguns ataques com “homem a mais” desperdiçados, foi com um tiro de meia distância que Gustavo Guimarães (Grummy) abriu o placar da partida, com 2 minutos e 40 segundos restantes. No final do primeiro período, Bolat Tuplykhano, de rebote, após grande defesa do goleiro brasileiro, empatou o jogo, faltando apenas meio minuto.

“Para a gente esta partida já era uma final. Foi um jogo importante para começar bem o Mundial e tirar o nervosismo da estreia”, analisou Grummy.

No segundo período, o Cazaquistão marcou logo no início do quarto, seu último gol na partida, e fechou a metade do jogo vencendo por 2 a 1.

Na segunda parte da partida o Brasil dominou a jogo e, com sequência de gols de Bernardo Rocha, Guilherme Almeida e Grummy, virou o placar a favor e encerrou o terceiro tempo vencendo por quatro a dois.

“A equipe defendeu muito bem. No terceiro quarto, quando eles insistiram no jogo de contra ataque, nós conseguimos ampliar o marcador e vencer a partida”, comentou Ângelo Coelho, treinador do Brasil.

Nos últimos oito minutos mais dois gols de Grummy aumentaram a vantagem da equipe e o placar final registrou a vitória de uma equipe mais jovem, que fez valer de sua disposição física, com forte defesa durante toda a partida, contra um time mais experiente e tradicional.

“Defendemos bem, mesmo tendo virado o tempo perdendo de um gol, tivemos tranquilidade para continuar defendendo bem, porque sabíamos que o ataque iria funcionar. Agora é descansar e começar a pensar em Montenegro, que são os favoritos do grupo, e no Canadá, que será uma chance de classificarmos melhor e, quem sabe, tentar surpreender numa quarta de final”, completou Grummy, artilheiro da partida, com quatro gols.

Como um maestro, Slobodan Soro, goleiro do Brasil, não só fez algumas das suas grandes defesas, como também instruiu a equipe, de dentro da água, tanto na defesa como no ataque.

O próximo confronto do Brasil está marcado para quarta-feira, dia 19/7, contra Montenegro, último jogo da rodada, às 21h30 (16h30 – no horário de Brasília).

Ainda pelo grupo A, do Brasil, no segundo jogo do dia, Montenegro e o Canadá empataram a partida, pelo placar de 8 a 8, e somaram um ponto.

Seleção Brasileira
1 Slobodan Soro, 2 Anderson Cruz, 3 Roberto Freitas, 4 Guilherme Almeida, 5 Luis Ricardo Silva, 6 Pedro Stellet, 7 Ricardo Guimaraes, 8 Gustavo Coutinho, 9 Bernardo Rocha, 10 Heitor Carrulo, 11 Gustavo Guimaraes, 12 Mateus Stellet, 13 Leonardo Silva.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA