Atletas da Sogipa se preparam para rotina pesada de treinos e competições em 2021

0
16

Almir Júnior e Samory Uiki, os dois principais atletas do departamento de atletismo da Sogipa, viverão semanas intensas a partir de 2021 que incluem e muito treino, testes e competições. O primeiro já tem índice para os Jogos Olímpicos de Tóquio, que ocorrerão entre julho e agosto deste ano. O outro persegue a meta, tento conseguido importantes avanços no final de 2020.

A programação começa com uma semana de testes, a partir do dia 20 de janeiro, promovida pelo Laboratório Olímpico do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) no moderníssimo Centro Esportivo da Universidade Federal de Minas Gerais, em Belo Horizonte.

A atividade tem como objetivo avaliar as condições gerais de cada atleta para melhor programação de treinos na reta final de preparação na reta final para os Jogos.

Depois, os atletas seguem o trabalho de base na Sogipa, preparando-se para a elevada carga que haverá ao longo de 2021. Como o Campeonato Mundial Indoor, que estava marcado para março, foi novamente adiado para 2022, a agenda de competições será melhor definida nas próximas semanas.

Depois, Almir Júnior e Samory Uiki começarão a competir até como forma de adquirir ritmo. Em março, há duas etapas do Grand Prix Sul-Americano no Uruguai e na Argentina, que podem abrir a temporada.

Depois, há torneios do World Athletics Outoor Tour em Portugal, Espanha, Itália e Alemanha. Em seguida, em maio e junho, há no Brasil duas competições importantes, entre as quais o Troféu Brasil.

Porém, a participação dos sogipanos está condicionada a evolução da pandemia. ‘Temos alternativas e vamos analisa-las no tempo certo. Precisamos nos preparar bem, mas nosso grande objetivo são os Jogos Olímpicos’, observa o técnico José Haroldo Loureiro Gomes, o Arataca.

Comentar