#BasqueteSolidário ganha o reforço de seis craques da Seleção Feminina

0
13

O #BasqueteSolidário ganhou seis reforços, numa “segunda onda” de solidariedade no meio da pandemia do COVID-19. Desta vez, as meninas da Seleção Brasileira doaram uniformes autografados que vão virar cestas básicas. Mariana Dias, Alana Gonçalo, Tati Pacheco, a gerente Adriana Santos, Débora Costa e Damiris Dantas completam o time de dez atletas que já tinha Vitor Benite, Bruno Caboclo, Rafael Luz e Marcelinho Huertas.

Cada camisa será trocada por 30 cestas básicas para empresas que apoiarem a ação, somando assim 300 cestas básicas que serão distribuídas pelo Brasil.

Damiris doou uma camisa do Busan, clube em que jogou recentemente na Coreia do Sul. Já Adriana Santos, gerente da Seleção, contribuiu com um uniforme seu da Rio 2016. Mari Dias e Tati doaram camisas suas da Seleção Brasileira.

Já Alana ajudou com uma camisa autografada do Ituano, sua equipe na LBF, assim como Débora Costa, que compartilhou um uniforme do Sesi Araraquara.

As empresas interessadas em participar da ação podem entrar em contato com o #BasqueteSolidário através do e-mail cbbcuida@basquetebrasil.org.br. Respeitando a orientação de distanciamento social por parte da Organização Mundial da Saúde (OMS), as camisas serão enviadas pelos atletas para a CBB quando for seguro.

Após isso, serão enviadas às empresas que adorarem à ação. A Confederação Brasileira de Basketball garante também a divulgação das doações, como forma de transparência do #BasqueteSolidário.

Comentar