Brasil é campeão invicto do Sul-Americano Sub-14 feminino ao derrotar a Argentina

0
20

A Seleção Brasileira Sub-14 Feminina garantiu a conquista invicta do Campeonato Sul-americano da categoria ao derrotar a Argentina, por 52 a 38 (22 a 14 no primeiro quarto), em jogo realizado neste sábado (27 de julho), no Coliseo Abel Jiménez Parra, na cidade de Guayaquil, Equador.

A partida começou com as duas equipes nervosas e o selecionado nacional liberando o marcador com vantagem mínima no quarto inicial. No segundo, o Brasil cresceu de produção, especialmente na marcação, e abriu vantagem – 10 a 09 (primeiro quarto) e 12 a 05 (segundo quarto).

Na volta do intervalo, o quinteto argentino iniciou melhor, mas o logo as atletas comandadas pelo técnico Dyego Cavalcante se recuperaram e fizeram a diferença crescer mais um pouco, graças ao ataque eficiente e a costumeira defesa aguerrida.

Já nos dez minutos finais, a equipe brasileira controlou bem a tentativa de recuperação do rival e garantiu a vitória do título – 16 a 11 (terceiro quarto) e 14 a 13 (quarto final).

“Só tenho a agradecer a confiança da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) e de todos que acreditaram que eu podia dar conta. Agradecer essas meninas que acreditaram e compraram minha ideia; espero que esse seja um novo ciclo do basquete feminino”, comentou Dyego.

Jogaram pela Seleção Brasileira: 05. Fernanda Alexandre, 07. Ana Carolina Lopes (04 pontos, 09 rebotes, 01 assistência e 01 bola recuperada), 08. Suelen Nunes, 09. Alexia Dagba (01 rebote), 10. Marcella Freitas (10 pontos, 07 rebotes, 05 assistências, 02 bolas recuperadas e 01 bloqueio), 11. Ana Passos (14 pontos, 12 rebotes e 02 assistências – double-double), 14. Letycia Vasconcelos, 24. Arianny de Oliveira (02 pontos, 02 rebotes e 01 bloqueio), 31. Giovanna da Silva (04 pontos, 06 rebotes e 01 assistência), 34. Manuella Alves (04 pontos, 03 rebotes e 03 bloqueios), 55. Taissa Queiroz (14 pontos, 05 rebotes, 01 assistência e 02 bolas recuperadas) e 77. Paula Carvalho.

“A comissão técnica fez um trabalho intenso durante a preparação e muito forte com as jogadoras; a cada dia o grupo foi subindo um degrau e a comissão técnica colocou na cabeça delas, que tinham a condição de conquistar esse título. Passamos algumas dificuldades de jogo, em função da faixa etária, pois são meninas muito novas, mas aos poucos o time foi crescendo e subindo para chegar ao título. Quero agradecer a diretoria da CBB pela confiança no nosso trabalho e dizer que estamos levando para o Brasil mais um troféu, que é resultado do novo trabalho que está sendo feito no basquete brasileiro”, explicou José Alberto Valle Pereira, administrador do selecionado nacional.

“Quero parabenizar as atletas pela forma aguerrida e determinada como atuaram neste Sul-americano, chegando merecidamente ao título invicto. Meus cumprimentos também a comissão técnica, que foi comandada pelo técnico Dyego Cavalcante, pelo excelente trabalho executado”, completou Guy Peixoto Jr, presidente da Confederação Brasileira de Basketball (CBB).

Na primeira fase, o Brasil obteve três vitórias: Uruguai (48 a 44), Paraguai (75 a 54) e Equador (58 a 54). Já na semifinal, outro resultado positivo, desta vez contra o Chile (71 a 60).

Classificação final: 1º) Brasil, 2º) Argentina, 3º) Chile, 4º) Equador, 5º) Uruguai, 6º) Paraguai e 7º) Colômbia.

Foto: Prensa/Consubasquet

Comentar