Bruna Alexandre garante a segunda medalha do tênis de mesa brasileiro

0
9

A catarinense Bruna Alexandre garantiu mais uma medalha para o tênis de mesa brasileiro nos Jogos Paralímpicos. A número 4 do ranking mundial da classe 10, venceu a taiwanesa Lin Tzu Yu por 3 a 0 (11/8, 11/8 e 11/7), garantindo o primeiro lugar no grupo B e passando de fase diretamente.

Neste sábado, à 1h40 (de Brasília), ela disputa a semifinal e pode se qualificar para a decisão do título, contra a vencedora do confronto entre a taiwanesa Tien Shiau Wen e a turca Merve Demir. A decisão do ouro acontece na segunda-feira, às 6h45.

Dona de duas medalhas paralímpicas em 2016 – bronze individual e por equipes -, Bruna Alexandre vem fazendo uma grande participação nos Jogos de Tóquio até aqui. E mostra-se bem à vontade para seguir buscando novas conquistas na Paralimpíada.

“Desde o começo do primeiro jogo estou me sentindo bem. Estou me sentindo leve, estou conseguindo fazer tudo o que fiz nos treinamentos diários, jogar ativamente, bloqueando e com uma grande variação de jogo. Isso tem feito a diferença. Ganhar dois jogos por 3 a 0 numa Paralimpíada é muito difícil. Acho que o foco e a regularidade são as chaves principais para eu estar conseguindo jogar dessa forma”, explica Bruna, que comemorou muito a vitória na fase de grupos contra a representante de Taiwan.

“No Aberto da China, eu tomei um sarrafo dela, perdi por 3 a 0! E hoje eu vi o quanto eu evoluí. Estou muito feliz”, vibrou.

Mais cedo, Cátia Oliveira também garantiu medalha na classe 1-2, ao vencer a italiana Giada Rossi, número 1 do ranking mundial, nas quartas de final, por 3 a 0. Ela disputa a semifinal neste sábado, à 0h20, contra a sul-coreana Seo Su Yeon, atual campeã mundial e vice-campeã olímpica. Caso vença, busca o ouro no mesmo dia, às 7h15.

“Estou muito feliz de ter saído com uma vitória tão importante sobre a primeira do mundo. Estava bem nervosa depois da derrota que tive no jogo da fase de grupos. Mas consegui colocar a cabeça no lugar, entrei bem focada, com a estratégia bem acertada. Ainda não acabou. Amanhã tem outra pedreira. Vamos passo por passo, jogo por jogo. Continuem torcendo”, avisou a vice-campeã mundial da classe 2.

Outro brasileiro passou perto de garantir presença entre os medalhistas. Diante do quarto colocado do ranking mundial, o chinês Liao Keli, Israel Stroh fez um jogo equilibrado no primeiro set, vencendo por 11 a 9, mas caiu muito de rendimento na segunda parcial, onde chegou a estar perdendo por 10 a 1.

O chinês continuou dominando as ações nos sets seguintes, fechando a partida em 3 a 1 (11/9, 3/11, 3/11 e 3/11).

Comentar