CEU São Rafael/Ibisc conclui fase inicial do Interceus – 2018 na liderança do Grupo B

0
141

A equipe sub-17 feminina do CEU São Rafael/Ibisc concluiu a fase inicial da nona edição do INTERCEUS – 2018 com a primeira colocação do Grupo B em sua categoria, somando seis pontos, decorrentes de dois resultados positivos. Na primeira fase, a equipe comandada pelo técnico Thales Tucci obteve estes resultados positivos: 9 a 1, contra o CEU Azul da Cor do Mar; 17 a 3, diante do CEU São Mateus.

“A primeira fase da competição foi realizada com seis equipes inscritas, de mais de 40 CEUS (Centros Educacionais Unificados), na categoria sub-17. Nós, do CEU São Rafael, em parceria com o Ibiscs (Instituto Brasileiro de Inclusão Sociocultural), passamos em primeiro na chave, gerando a expectativa de atingirmos nosso objetivo do quarto título, em cinco anos de participação na competição”, comentou Tucci, que tem um trabalho bastante sólido. 

Por se tratar de categoria de base, o professor insere como principais características da equipe a motivação pelo que se faz, gerando a resultante de uma equipe de alta vibração, postura e empenho.

“Trabalhamos no extremo leste de São Paulo com meninas da periferia, conseguindo a permanência das mesmas dentro do projeto com média superior a quatro anos sendo um trabalho contínuo. A equipe trabalha cinco dias por semana a fim de atingir atributos físicos e técnicos para o desempenho esportivo, porém além de educar o movimento, temos atenção de educar através do movimento, fomentando as atletas a se apaixonarem não só pelo esporte, mas também pelo processo do trabalho como forma de conquistas”, explicou Thales. 

Agora, o CEU São Rafael/Ibisc aguarda a divulgação da tabela da etapa seguinte da nona edição do INTERCEUS – 2018, que organizada pela Federação do Desporto Escolar do Estado de São Paulo (Fedeesp).

“É uma enorme satisfação ver o desenvolvimento da garotada, que está conosco na prática do Handebol há algum tempo, desenvolvimento vários aspectos importantes, através do excelente trabalho do professor Thales Tucci. Sigo na torcida para que a equipe siga em evolução, pois o esporte é um excelente agente transformador, além de ser um modelador de caráter e propagador de saúde”, finalizou Vlademir Pereira Silva, gestor do Instituto Brasileiro de Inclusão Sociocultural (Ibisc). 

Foto: Divulgação/Ibisc

Comentar