Ciclistas percorrerão 3 mil km em viagem pela América do Sul

0
21

Passar mais de um mês pedalando em um trajeto que sairá do marco zero da cidade de São Paulo, até o marco zero de Buenos Aires, na Argentina. A missão parece complicada, mas é isso que um grupo de quatro ciclistas de aventura farão a partir do dia 27 de dezembro, com a criação da Rota Salvador Roberto.

Os protagonistas da aventura Luiz Roberto Salvador (56), Humberto Costa (56), José Luiz Antero (59) e Fábio Laurent (58), vão percorrer aproximadamente 3 mil km cruzando os estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e o Rio Grande do Sul; além de atravessarem o Uruguai, chegando até a Argentina.

A ideia da criação da nova rota partiu do ciclista Luiz Roberto Salvador. A inspiração para a aventura veio de seu avô, Roberto Salvador, que em 1928 sonhou e planejou uma viagem para encontrar seu pai que havia deixado o Brasil para viver na Argentina. “Meu avô partiu junto com outros dois amigos, mas só chegou até a metade do trajeto. Segundo minha avó, o nascimento do meu pai e a saudade da família fizeram com que ele voltasse para casa”, falou Luiz Roberto.

Com essa história em mente, o idealizador da rota decidiu colocar em prática o mesmo objetivo que seu avô tinha sonhado muitas décadas atrás.

Além de refazer a jornada e homenagear Roberto Salvador, a viagem também possui outros objetivos como apresentar uma rota inédita para o ciclismo de aventura e também promover e demonstrar que a prática dessa modalidade com planejamento e equipamentos corretos é muito segura e agradável para os ciclistas.

Durante toda a viagem, a caravana deve pernoitar em mais de 30 cidades diferentes. Entre as paradas previstas estão lugares como Praia Grande (SP), Cananeia (SP), Ilha do Mel (PR), Itapema do Norte (SC), Jaguaruna (SC), Tramandal (RS), Chuí (RS); além de Valizas, Punta Del Este, Montevideo e Colônia do Sacramento, no Uruguai; e Tigres e Buenos Aires, na Argentina. Por dia, os ciclistas esperam percorrer entre 150 e 200 km. A estimativa é que o trajeto seja completado em 40 dias.

Segundo José Luiz Antero, professor no setor esportivo público e organizador dos Jogos da Cidade de São Paulo, os pontos de parada e a receptividade local farão muita diferença para o bom andamento da aventura. Por isso, o apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME) é muito importante. “Queremos minimizar alguns custos com hospedagens e por ser uma viagem muito longa e cansativa precisamos ter lugares para um descanso mais efetivo. Por meio da SEME, estamos acionando prefeituras de algumas cidades onde vamos passar e tentar algum tipo de apoio”. Falou Antero.

Serviço:
Saída dia 27 de Dezembro ( horário a confirmar )
Local: Marco Zero de São Paulo
Praça da Sé, nº68 – Centro

Comentar