Corinthians vence o Avaí/Kindermann e conquista o Bi do Brasileiro Feminino

0
21

Na noite deste domingo (06), as meninas do Corinthians se consagraram bicampeãs do Campeonato Brasileiro Feminino ao superar o Avaí/Kindermann, pelo placar de 4 a 2, na Neo Química Arena. No jogo de ida da decisão, disputado em Florianópolis na última semana, as duas equipes haviam ficado no empate sem gols.

Gabi Zanotti, com dois gols, foi novamente o destaque. Já a xará Gabi Nunes e Vic Albuquerque marcaram os outros gols do time alvinegro no duelo, enquanto Zóio e Lelê descontaram para o Avaí. O primeiro titulo do Brasileirão Feminino do Corinthians aconteceu em 2018, quando a equipe superou o Rio Preto na final.

O Corinthians dominou a partida desde o inicio, mas o Avaí/Kindermann foi se segurando como pode na defesa. Tanto que o placar só foi sair do zero aos 28 minutos. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou nos pés de Gabi Nunes que só teve o trabalho de bater na saída da goleira e colocar o time paulista em vantagem.

Minutos depois, aos 32, as donas da casa conseguiram ampliar o placar. Em mais uma cobrança de escanteio, a goleira Barbara foi tentar afastar o perigo mas deu a bola nos pés de Gabi Zanotti, que testou firme para o fundo das redes. A sequência do primeiro tempo continou movimentda, mas o duelo foi para o intervalo com a vitória parcial do Corinthians por 2 a 0.

No começo do segundo tempo, o Avaí/Kindermann conseguiu descontar. Aos seis minutos, Catyellen cobrou falta na área e Zoio subiu mais alta que as zagueiras para mandar para o gol. Apesar disso, aos 11 minutos, o Corinthians voltou a balanças as redes com Gabi Zanotti. A camisa 10 aproveitou um rebote dado por Bárbara e marcou mais uma vez de cabeça.

Porém aos 33 minutos, o Avaí voltou a descontar. Lelê recebeu um lançamento açucarado de Bruna, invadiu a área e bateu no canto direito, sem chances para a goleira adversária. Já o quarto e último gol do Corinthians veio aos 36. Vic Albuquerque recebeu de costas para o gol, fez o giro e bateu com precisão. Por isso, o duelo terminou mesmo com a vitória paulista por 4 a 2.

Comentar