Guayaquil recebe o Campeonato Sul-Americano de Atletismo

0
33

A cidade de Guayaquil, no Equador, será a sede do 52º Campeonato Sul-Americano de Atletismo, de 29 a 31 de maio. As disputas estão marcadas para o Estádio Modelo Alberto Spencer, local definido em reunião virtual do Atletismo Sul-Americano (ex-Consudatle) com 13 presidentes de federações filiadas realizada na noite de sexta-feira (7/5).

O Sul-Americano estava marcado para Buenos Aires, que desistiu de ser sede por causa do agravamento da epidemia da COVID-19 e as restrições impostas pelas autoridades argentinas.

O Campeonato Sul-Americano de Atletismo é importante para os atletas brasileiros porque é uma competição de área com alta pontuação no Ranking de Pontos da World Athletics, uma forma de qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Além de ser mais uma oportunidade para a obtenção de índices. O título sul-americano também assegura ao campeão vaga para o Campeonato Mundial de Oregon-2022, nos Estados Unidos.

O Brasil, com a cidade de Cascavel, Paraná, também era candidato a ser sede do campeonato. A candidatura foi dificultada porque cinco países teriam impedimentos para retornar do Brasil em virtudes de restrições causadas pela pandemia e as regras de cada país.

A Federação Equatoriana de Atletismo apresentou documentos de protocolos já aplicados ao futebol e ao judô e também informando que ofício do Ministério da Saúde Pública do Equador garante que as delegações internacionais, em especial a brasileira, não terão obstáculos para participar da competição.

Segundo os informes, não será exigida quarentena dos brasileiros, como ocorreu com os atletas da seleção que fizeram quarentena de 10 dias para disputar a Copa Pan-Americana de Marcha Atlética, realizada na sexta-feira (7/5), em Guayaquil.

“Nos colocamos à disposição para receber o Sul-Americano e queremos agradecer o apoio do Governo Federal, do Governo do Estado do Paraná  e da Prefeitura de Cascavel que prontamente aceitaram o desafio de realizar a competição em menos de um mês”, disse Wlamir Motta Campos, presidente do Conselho de Administração da CBAt.

O presidente da Federação Sul-Americana Helio Gesta de Melo agradeceu as federações do Brasil e da Colômbia pelas candidaturas e felicitou a Federação Equatoriana por ser a organizadora do campeonato.

Comentar