Jaqueline Lima e Willian Guimarães são destaques do Badminton em Natal (RN)

0
28

A piauiense Jaqueline Lima, 17, e o paranaense Willian Guimarães, 16, foram os principais nomes do badminton nos Jogos Escolares da Juventude, em Natal (RN). Além de conquistarem medalhas nas três categorias que disputaram (simples, duplas e duplas mistas), os dois ainda ministraram uma palestra para os jovens de 12 a 17 anos que participaram da competição.

Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos da Juventude, em Buenos Aires, Jaqueline foi campeã na chave individual e nas duplas femininas, ao lado de Kailane Vieira dos Santos (SE). Além disso, foi medalhista de prata nas duplas mistas com Fernando Vieira Junior (PI). “Cumpri o meu objetivo e consegui conquistar o que queria. Foi um resultado muito bom para mim e para meu estado”, disse Jaqueline.

Já Willian Guimarães volta para Toledo (PR) com uma medalha de cada cor: ouro em simples; prata em duplas masculinas, com Breno Augusto Monteiro (GO); e bronze em duplas mistas, ao lado de Andrielly Luana Ferreira.

Na categoria 12-14, os grandes destaques foram os piauienses Luan Gomes, Luan Rios, Isabelle Cristine de Oliveira e Maria Julia Nascimento, que voltam para casa com três medalhas, assim como a paulista Aline Yumi Miyabara.

O badminton é uma das modalidades que melhor tem aproveitado os Jogos Escolares da Juventude para massificar o esporte pelo território nacional. Quando foi incluído no programa do evento, em 2011, as disputas se restringiam a oito estados. Atualmente, já superam os vinte.

“Em relação ao nível escolar, vejo dois tipos de evolução no badminton brasileiro. A primeira é quantitativa, com o aumento do número de representantes. Tem estados aqui que não possuem nem federação ainda. E a segunda é qualitativa, com a criação de duas divisões e disputas em dez categorias. Assim, os atletas que estão na categoria B buscam evoluir para alcançar a elite, enquanto os que já estão lá lutam para não cair. Isso impede que nossos atletas entrem na zona de conforto”, explica Norma Rodrigues, treinadora da Seleção Brasileira Júnior de Badminton, que acompanhou todos os dias de competição em Natal.

Doze estados das cinco regiões do país conquistaram medalhas na elite do badminton nos Jogos Escolares da Juventude: Amapá, Amazonas, Goiás, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

Comentar