João Vitor Marcari Oliva representará o Brasil nos Jogos Olímpicos

0
12

A Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) divulgou nessa terça-feira, 22/6, a convocação do conjunto individual João Vitor Marcari Oliva e Escorial Horsecampline para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Além do titular, dois conjuntos serão reserva: Pedro Tavares de Almeida com Famous do Vouga é o 1º reserva e o mesmo cavaleiro com Xaparro do Vouga é o 2º reserva.

O conjunto titular deve entrar em quarentena em Aachen, Alemanha, em 6/7, viajando para Haneda (Japão) no dia 14.

Enquanto isso os conjuntos reservas devem ficar de prontidão para uma eventual substituição e entrada na quarentena em 6/7. Lembrando que o reserva só entrará na quarentena se for necessária uma substituição até 6/7.

Critério para a seleção olímpica 

O processo seletivo da CBH foi considerou a média dos dois melhores resultados em prova de Grand Prix nos CDIs aprovados pela FEI para obtenção do MER (índice olímpico) desde Tryon 2018 até 21/6/21, que foi o prazo final concedido pela FEI (Federação Equestre Internacional) para conquista do índice (MER).

Para qualificação olímpica – MER – minimum eligibility requirements (em inglês) – o conjunto precisa alcançar dois índices olímpicos em um Grand Prix – mínimo de 66% – em eventos diferentes na média final e junto a pelo menos um juiz olímpico FEI5*.

Resultado segundo o processo

1º João Vitor Oliva / Escorial Horsecampline
CDI Alter do Chão 27/11/20 – 71%
CDI Compiègne 28/5/21 – 70,130%
Média: 70,565%

2º Pedro Tavares de Almeida /Famous do Vouga
CDI Abrantes 24/5/21 – 67,587%
CDI Le Mans 18/6/21 – 69,609%
Média: 68,598%

3º Pedro Tavares de Almeida / Xaparro do Vouga
CDI Cascais 29/2/20 – 66%
CDI Cascais 6/3/20 – 66,217%
Média: 66,108%

Fonte: CBH

Comentar