Marcela Giantomassi busca primeiro ouro como faixa-preta

0
23

Marcela Giantomassi já soma uma longa carreira nas artes marciais, natural da cidade de São Paulo, mas radicada em Goiânia, Goiás, local onde vive e treina, a lutadora foi graduada em dezembro do ano passado como faixa-preta de Jiu-Jitsu.

A lutadora foi graduada por Ismael Marmota, participante da terceira edição do TUF Brasil, e um dos grandes nomes do estado tanto na arte suave quanto no MMA.

Sem competir desde o ano passado devido ao cancelamento dos eventos de Jiu-Jitsu para conter a disseminação do coronavírus, Marcela tem visto alguns eventos retornarem, porém, ainda precisa se recuperar de uma lesão para ir em busca do seu primeiro ouro na faixa-preta:

— Mesmo com a lesão, não deixei de treinar, muitas vezes só fazia posição ou só olhava, mas não deixei de treinar um só dia, seja a mente ou o corpo, não posso parar, agora como faixa-preta a responsabilidade é maior — declarou Marcela

A lutadora inclusive já esteve perto de lutar por duas vezes no Duelo de Titãs, mas inúmeros fatores contribuíram para que a estreia da lutadora não acontecesse no evento.

Somando inúmeros no cenário brasileiro de Jiu-Jitsu, Marcela ostenta em outras graduações os ouros do Rio Summer em 2016 e do Campeonato Brasileiro da CBJJ, evento no qual venceu por três anos seguidos (2016, 2017 e 2018), a lutadora ainda soma na carreira inúmeras medalhas em outros eventos de menor expressão, além de 6 combates protagonizados nas artes marciais mistas.

Representante da Nova União, situada em Goiânia, Goiás, Marcela espera voltar aos tatames em breve para fazer o que sabe de melhor que é lutar:

— Estou me recuperando de uma lesão e assim que me sentir 100% com certeza estarei de volta aos tatames — finalizou a atleta.

O vasto currículo de Marcela Giantomassi na arte suave tornou a atleta uma das grandes referências no centro-oeste do país quando o assunto é Jiu-Jitsu feminino. Antes da pandemia, a lutadora realizava inúmeros seminários exclusivos para mulheres na cidade de Goiás e região.

Comentar