México: Brasil fatura 50 medalhas nos Pan-Americanos Sub-13 e Sub-15 de Judô

0
19

A novíssima geração do judô brasileiro fez bonito nos Campeonatos Pan-Americanos Sub-13 e Sub-15 de judô disputados em Guadalajara, no México, nos dias 08 e 09 de novembro. Ao todo, o Brasil arrematou 50 medalhas, liderou o quadro geral nas duas classes de idade e manteve a hegemonia continental.

Os judocas mais jovens foram os responsáveis pelo maior número de medalhas conquistadas para o Brasil. Só do Sub-13 vieram 29 pódios, sendo 10 ouros, 8 pratas e 11 bronzes. O Sub-15 contribuiu com 21 medalhas, sendo 9 ouros, 7 pratas e 5 bronzes. Os resultados colocaram o país na liderança do quadro geral de medalhas nas duas classes.

Para muitos atletas, o Pan Sub-13 e Sub-15 é a porta de entrada para as competições internacionais. Em Guadalajara, além dos judocas, três técnicos brasileiros também tiveram essa oportunidade de atuar em um evento fora do Brasil.

Graças ao Programa de Capacitação e Integração de Técnicos (ProCIT) criado pela gestão das Equipes de Base da CBJ em 2019, os treinadores João Jacinto Neto (Associação Shintai-Dô/PB), Thiago Fernandes (São João Tênis Clube/SP) e Alexandre Magno Ferreira (Judô Clube Nagashima/RN) foram integrados à comissão técnica da seleção brasileira e acompanharam os atletas nas disputas do Pan-Americano em Guadalajara.

Com isso, tiveram uma vivência prática dentro da delegação do Brasil, participando das etapas do evento, como o credenciamento, o sorteio e Congresso Técnico, pesagens, orientação dos atletas ao lado do tatame, além do intercâmbio de conhecimento e informação com a comissão técnica da Base representada no México pelos técnicos Douglas Potrich e Marcus Agostinho

O ProCIT tem como objetivo promover e incentivar a busca pelo conhecimento e capacitação em todos os setores do Judô, possibilitando a participação de técnicos brasileiros como voluntários em estágios internacionais e nacionais da Base.

Comentar