Nestor Pitana será o árbitro da final da Copa do Mundo

0
22

O árbitro argentino Nestor Pitana e seus assistentes Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti, serão os responsáveis por apitar a final da Copa do Mundo FIFA de 2018 na Rússia entre a França e a Croácia, no domingo, no Estádio Luzhniki, em Moscou.

Pitana, um professor de educação física de 43 anos, já arbitrou quatro partidas na Rússia 2018, assumindo o comando da Rússia contra a Arábia Saudita e o México x Suécia na fase de grupos, a partida dos oitavos-de-final entre Croácia e Dinamarca, assim como as quartas de final entre Uruguai e França. 

Pitana é árbitro internacional desde 2010. Ele é o segundo árbitro argentino a participar de duas Copas do Mundo depois de Norberto Coerezza, que comandou dois jogos em 1970 e um em 1978. Depois de Horacio Elizondo em 2006, ele se tornou o segundo árbitro argentino a arbitrar uma final da Copa do Mundo.

Pitana é um dos árbitros mais experientes da América do Sul e também tem experiência de jogo em nível juvenil. Três jogos na Copa do Mundo Sub-17 de 2013 antecederam a convocação no ano seguinte para a Copa do Mundo no Brasil, onde Pitana supervisionou quatro jogos, incluindo a França contra a Alemanha nas quartas-de-final. Em 2015, ele foi convocado para a sua primeira e até agora única Copa América, além de lidar com River Plate v Huracan na final da Supercopa Argentina.

Pitana retornou ao Brasil em 2016 para o Torneio Olímpico de Futebol, onde foi o homem no meio da semifinal entre a Alemanha e a Nigéria. Em 2017, ele assumiu a semifinal da Copa das Confederações entre a Alemanha e o México.

Comentar