Projeto Manobra da Virada e o skatista Rony Gomes chegam nas cidades de Valinhos e Campinas em Outubro

0
39

O Manobra da Virada chega a mais duas cidades no interior de São Paulo com a intenção de promover a inclusão social por meio do esporte e inserir a modalidade na vida de crianças, jovens e pessoas com deficiência que nunca tiveram contato com o esporte. O evento desenvolvido pela ONG Social Skate ainda contará com a participação especial do campeão brasileiro e mundial na modalidade vertical, Rony Gomes.

Aprovado pela Lei Paulista de Incentivo ao Esporte (ICMS), o objetivo é atender em seis meses mais de 2 mil jovens, por meio de oficinas de skate, em parques e áreas públicas, aonde o projeto for desenvolvido.

Nas duas cidades a ação contará com o apoio da WestRock, uma das empresas empenhadas na iniciativa. “Nosso papel no mundo também é identificar atividades que proporcionem a inclusão social, e um dos caminhos é por meio de práticas esportivas que tenham impacto positivo e inclusivo. Estamos falando do nosso comprometimento de vencer junto com as comunidades onde atuamos”, resume Cynthia Wolgien, gerente Corporativa de Comunicação e Responsabilidade Social WestRock.

Em Valinhos, a ação acontece nos dias 1 e 2 de outubro, das 7h30 às 15h30, na Praça da Juventude. Na sequência o Manobra da Virada segue para a cidade de Campinas, onde será realizado em dois locais: na APAE Campinas, entre os dias 3 e 4, das 7h30 às 15h30. Já nos dias 5 e 6, o evento será na Estação Cultura, das 09 às 17 horas.

“Acreditamos que o incentivo é a base de tudo, e o Manobra da Virada tem este propósito de transformação. A gente nunca sabe o potencial de uma criança se ela não for estimulada e um talento desperdiçado é menos um representante do nosso esporte no Brasil”, disse Rony, que é o padrinho dos trabalhos da ONG desde o ano passado.

Desenvolvido pela ONG Social Skate, o projeto já passou por Poá e Sorocaba, sempre com o patrocínio do TNT Energy Drink e apoio da WestRock, Nike SB, Instituto Incentivar e também das prefeituras das cidades envolvidas.

Serão seis dias consecutivos de muito skate envolvendo as duas cidades do Interior Paulista. “Este projeto está sendo um sucesso porque por meio dele nós estamos desenvolvendo práticas saudáveis, além de promover a inclusão e a transformação social de crianças e adolescentes”, explica Sandro Testinha. “Em Poá e Sorocaba conseguimos cumprir a nossa missão. Agora, vamos repetir as mesmas técnicas com as crianças de Valinhos e Campinas, que nunca tiveram acesso ao skate. Para nós é sempre um novo desafio a ser superado”, complementa a pedagoga do projeto, Leila Vieira.

Comentar