Brasil é bronze por equipes na ginástica artística e alcança sete finais por aparelho

0
25

A seleção brasileira feminina de ginástica conquistou na noite deste sábado, 27 de julho, a medalha de bronze na disputa por equipes, com 158.550 pontos, atrás somente de Estados Unidos (171.000) e Canadá (160.600). De quebra, o Time Brasil ainda brigará por outras sete medalhas na segunda-feira, 29.

Sem Jade Barbosa, preservada para o Mundial de Stuttgart (Alemanha), que é classificatório olímpico, a equipe brasileira foi formada por Flávia Saraiva, Carolyne Pedro, Thais Fidelis e Lorrane Oliveira (competiu somente nas barras assimétricas).

O Brasil iniciou sua rotação no salto (41.500). Depois, nas barras assimétricas (40.100), a equipe brasileira teve como destaques Lorrane (14.000) e Carolyne (13.150), ambas classificadas para a final. Na trave (37.050), apesar de uma queda, Flavinha se colocou entre as oito melhores: 12.900. E, por fim, o solo (39.900) reservou belas apresentações de Flavinha e Thais, que asseguraram seus lugares na final do aparelho e do individual geral.

Neste domingo, 27, enquanto as meninas descansam, é a vez dos homens disputarem a final por equipes. O time brasileiro é formado por Arthur Zanetti, Arthur Nory, Francisco Barretto, Caio Souza e Luis Guilherme Porto.

Desempenho do Brasil por aparelhos:
Salto: 41.500
Barras assimétricas: 40.100
Trave: 37.050
Solo: 39.900

Barras assimétricas
Lorrane Oliveira – 4° lugar (14.000)
Carolyne Pedro – 6° lugar (13.150)

Trave
Flávia Saraiva – 6° lugar (12.900)

Solo
Flávia Saraiva – 3° lugar (13.800)
Thais Fidelis – 6° lugar (13.300)

Individual geral
Flávia Saraiva
Thais Fidelis

Comentar