Pan 2019: Seleção feminina de handebol derrota Cuba na estreia

0
32

A Seleção Brasileira feminina de handebol iniciou a sua campanha nos Jogos Pan-americanos Lima 2019 com tudo. Na noite desta quarta-feira, 24 de julho, no Ginásio Polideportivo 1, da Villa Deportiva Nacional (VIDENA), a equipe comandada pelo treinador espanhol Jorge Dueñas não teve maiores dificuldades para derrotar Cuba: 29 a 20.

Com Babi no gol e o sexteto de linha formado por Samara, Duda Amorim, Deonise, Mariana Costa, Larissa Araújo e Tamires Morena, o Brasil viu a seleção cubana iniciar o jogo bem e abrir 2 a 0. Mas na metade do primeiro tempo, com Ana Paula e Duda inspiradas, a seleção virou o placar. 

A defesa também passou a funcionar e, nos contra-ataques, a equipe conseguiu abrir uma boa vantagem na metade inicial de jogo: 13 a 9.

Na segunda etapa, o Brasil voltou mais concentrado e efetivo. Com diversas substituições, a equipe mostrou intensidade e velocidade no ataque. A artilheira do jogo foi a jovem Bruna de Paula, 22 anos, com seis gols.

“Sabíamos que seria um jogo duro, porque Cuba é um time muito forte fisicamente. Por ser começo de campeonato, entramos um pouco ansiosas, mas depois nos sobressaímos e abrimos vantagem no placar”, afirmou Bruna, que fez a sua estreia em Jogos Pan-americanos “É um prazer fazer parte desse time e jogar com elas. Sempre foi um sonho defender a seleção brasileira e não tenho palavras para descrever a alegria por fazer parte desse time”, admitiu. 

Atual pentacampeã do torneio, a seleção feminina, que conta com seis atletas campeãs mundiais em 2013 – Ana Paula, Babi, Deonise, Duda Amorim, Elaine e Mariana Costa – vai atrás do sexto título consecutivo.

A última derrota da equipe em Jogos Pan-americanos foi em 20 de março de 1995, em Mar del Plata (Argentina), na semifinal, para os Estados Unidos: 29 a 26. Os Jogos Pan-americanos são fundamentais para o Brasil, já que o campeão do torneio garante vaga nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. 

“Foi um jogo bem típico de estreia. Faltou um pouquinho de concentração na defesa para nossa equipe nos primeiros momentos do jogo. É um sentimento normal, algumas meninas estavam nervosas. É o primeiro Pan de algumas, mas o importante é que nos mantivemos calmas, ajustamos algumas coisas no intervalo melhoramos no segundo tempo, conseguindo vencer. É aceitável tomar 20 gols em um primeiro jogo, mas poderíamos ter feito mais”, analisou Duda Amorim, uma das líderes da equipe.

A seleção feminina está no Grupo A, ao lado de Canadá e Porto Rico. Os próximos jogos da equipe estão programados para 25 e 27 de julho.

25 de julho – Brasil x Canadá (22h30)
27 de julho – Brasil x Porto Rico (20h)
*Sempre no horário de Brasília

Estatísticas da partida:
Artilheiras: Bruna de Paula (6 gols), Mariana Costa (4) e Ana Paula (4)
Defesas: Babi (6) e Renata Arruda (5)
Minutos em quadra: Larissa Araújo (43:47) e Duda Amorim (43:08)

Comentar