Pan de Lima: Veja o que aconteceu nesta sexta-feira com o time feminino no vôlei de praia , patinação artística, rugby de 7 e pentatlo moderno

0
13

O Brasil segue fazendo bonito nos Jogos Pan-americanos Lima 2019. Nesta sexta-feira (dia 26), horas antes da Cerimônia de Abertura do principal evento esportivo das Américas, a equipe brasileira garantiu a vaga nas quartas de final do vôlei de praia e fez sua estreia no Peru no rugby de 7, patinação artística e pentatlo moderno.

Rugby de 7

O Brasil estreou nesta sexta-feira no rugby de 7. No feminino, o Brasil derrotou o Peru, por 33 a 5, pelo Grupo B.

“Foi muito legal ver a evolução do Peru e testar a gente e ver como nosso jogo conseguiu fluir logo no segundo tempo. Jogar com a vaga garantida nos Jogos Olímpicos de Tóquio faz a gente focar no ano inteiro, sabendo que tem os Jogos em 2020”, disse Isadora Cerullo.

Vôlei de praia

Carol Horta e Ângela mantiveram a invencibilidade na modalidade em Lima. Pela terceira rodada do Grupo C, elas derrotaram as mexicanas Orellana e Revuelta, por 2 sets a 0, parciais de 21-10 e 21-11. Com isso, terminaram a primeira fase em primeiro lugar e garantiram a vaga direta nas quartas de final. Elas agora aguardam a definição das suas adversárias.

“Acredito que jogamos mais soltas, com mais alegria, confortáveis. Em uma competição dessa magnitude, você vai evoluindo, crescendo. Considero que hoje fizemos nosso melhor jogo até aqui”, disse Ângela, maior pontuadora da partida, com 16 acertos no ataque e três de saque.

Patinação artística

Bruna Wurts terminou na segunda posição, com 36.70 pontos.

Pentatlo moderno

Nesta sexta-feira, na disputa da esgrima no pentatlo moderno, Ieda Guimarães foi a melhor brasileira na prova. Ela terminou na quinta posição, com 250 pontos (22 vitórias e nove derrotas). Isabela Abreu ficou em 11ª, com 229 pontos (19 vitórias e 12 derrotas), enquanto Priscila Oliveira foi a 16ª, com 201 pontos (15 vitórias e 16 derrotas).

A liderança ficou com a mexicana Mariana Gutierrez, com 271 pontos (25 vitórias e seis derrotas)

“Achei que competi muito bem. Poderia ter começado um pouco melhor, mas no fim deu tudo certo. Agora é descansar e focar para fazer uma boa prova amanhã. O quinto lugar é uma boa posição e vai me ajudar nas próximas provas. Quero muito conseguir a vaga olímpica. Indo bem, a classificação será consequência”, disse Ieda.

Em Lima, estão em jogo cinco vagas para Tóquio no pentatlo. São duas para a América do Sul, duas para as Américas Central e do Norte e uma geral. Neste sábado, será realizada a disputa feminina individual. A competição começa às 13h (de Brasília), na Escola Militar de Chorrillos. 

Comentar