Medalha de prata nos 50m costas, Etiene Medeiros se despede do Mundial e foca no Pan-Americano

0
33

Etiene Medeiros se despediu do Campeonato Mundial de Natação da Coréia do Sul 2019. Após conquista medalha de prata nos 50 metros costas, a nadadora pernambucana disputou as eliminatórias dos 50m livres na noite desta sexta-feira (26) não conseguiu avançar nos 50m livre, mas com o tempo de 25s26, terminou em 23° lugar no geral e não conseguiu ficar entre as 16 semifinalistas.

O embarque está previsto para Lima nos próximos dias. E, apesar do tempo curto para recuperação, ela deve disputar seis provas: 50m livre, 100m costas e revezamentos 4 x 100m livre, 4 x 100m livre misto, 4 x 100 medley e 4 x 100 medley misto.

Fernando Vanzella, técnico de Etiene, comentou a prova: “O resultado foi abaixo das expectativas. Ela fez uma saída muito boa, esteve bem nos primeiros 25 metros, mas foi perdendo eficiência no nado e acabou fazendo uma chegada ruim. Nessa prova não há espaço para erros e como a competitividade aqui é bem alta, infelizmente a Etiene ficou de fora da semi, quando poderia se recuperar e alcançar um resultado melhor. Continuamos treinando aqui agora visando os Jogos Pan-Americanos.”

A nadadora mais veloz das eliminatórias dos 50 metros livre foi a sueca Sarah Sjöström , com 24s26. Ela é a dona do recorde mundial, com 23s67.

A 16a. e última classificada, Julie Meynem, de Luxemburgo, conseguiu o tempo de 25s07, 19 centésimos de segundo mais rápida que Etiene Medeiros.

Prata – Etiene Medeiros conquistou a medalha de prata no Campeonato Mundial de Natação da Coréia do Sul na final disputada na manhã de quinta-feira (25). Mesmo fazendo uma grande prova, com o tempo de 27s44, ficou atrás da norte-americana Olivia Smoliga, que marcou 27s33.

Primeira brasileira a conquistar uma medalha de ouro em um Mundial de Natação, Etiene está entre as melhores do mundo nos 50 metros costas há seis anos.

Antes de conquistar o título em 2017, a pernambucana foi quarta colocada no Mundial em Barcelona 2013 e bronze em Kazan 2015.

A atleta é bicampeã do mundo em piscina curta (Doha/2014 e Windsor/2016), além da vitória no revezamento medley misto em 2014. 

Comentar