Scheidt mantém regularidade, segue no top 3 da Bacardi Cup e luta pelo título

0
31

Robert Scheidt manteve a regularidade na edição 2018 da Classe Star na Bacardi Cup. Nesta sexta-feira (9), em Miami, nos Estados Unidos, o bicampeão olímpico cruzou a linha de chegada em 3º lugar e se manteve no top 3 na classificação geral. Neste sábado (10), o velejador brasileiro e seu proeiro, o norte-americano Brian Fatih, lutam pelo título na regata final da competição norte-americana, que conta com 80 barcos.

“Fizemos a regata inteira em terceiro. Tivemos uma possibilidade de atacar os italianos (Diego Negri/Sergio Lambertenghi), que estavam em segundo, mas não conseguimos passar. A vitória foi do Lars Grael e Samuel Gonçalves. Já os noruegueses Eivind Melleby e Joshua Revkin, que lideravam a competição, ficaram em 9º. Com isso, as coisas embolaram um pouco. Agora, os italianos estão na frente, com quatro pontos de vantagem, e depois aparecem três times empatados com 14 pontos perdidos, nós, o Lars e o Melleby. Esses quatro têm a chance de levantar o título e vamos brigar com tudo na regata final”, analisou o maior medalhista do Brasil, com cinco pódios, e que tem patrocínio do Banco do Brasil, Rolex e apoio do COB e CBVela.

Além de Robert Scheidt e Lars Grael, o Brasil tem mais barcos na disputa em Miami: Alessandro Pascolato / Henry Boening (24º lugar), Admar Gonzaga Neto / Alexandre Figueiredo de Freitas (31º), Fabio Prada / Cristiano Ruschmann (42º), Marcelo Fuchs / Ubiratan Matos (74º). O proeiro brasileiro Bruno Prada, que veleja com o norte-americano Augie Diaz, está na 9º colocação.

Comentar