Seleção Feminina estreia nos Jogos Olímpicos com vitória diante da China

0
39

A Seleção Feminina de Futebol iniciou a caminhada do Brasil nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Na estreia, o time comandado pela técnica sueca Pia Sundhage aplicou goleada por 5 a 0 sobre a China, nesta quarta-feira, 21, no estádio de Miyagi.

A China até ensaiou uma pressão no início do duelo, mas o Brasil soube controlar a tensão da estreia, colocou a bola no chão e ditou o ritmo do jogo durante a maior parte do primeiro tempo.

O primeiro gol saiu dos pés de Marta, eleita seis vezes a melhor jogadora do mundo. Após recuperar a posse de bola no ataque, Bia Zaneratto cruzou na área, Debinha chutou na trave, Bia apareceu de novo tentando o rebote, e a bola sobrou para Marta abrir o placar.

Mantendo o controle da partida, o Brasil não demorou muito para ampliar o marcador. Novamente tudo começou com Bia Zaneratto, que arriscou um chute da entrada da área, a goleira adversária espalmou, e Debinha aproveitou o rebote para fazer 2 a 0.

Nos instantes finais do primeiro tempo, a China voltou a pressionar. E Bárbara apareceu para salvar o Brasil após finalização de Miao.

Depois das conversas nos vestiários, as chinesas chegaram mais ao ataque e tiveram chances de marcar. O jogo ficou mais equilibrado, com a China buscando o ataque, mas as brasileiras mantiveram a tranquilidade e alargaram ainda mais o placar, primeiro com Marta, depois com Andressa Alves e Bia Zaneratto.

O segundo jogo da equipe brasileira é no sábado, 24, às 20h do Japão (8h no Brasil). O time encerra a fase de grupos em Saitama, na terça-feira, 27, às 20h do Japão (8h no Brasil).

O torneio de futebol feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 reúne 12 seleções divididas em três grupos com quatro equipes cada um. Após a fase de grupos, os dois melhores de cada chave e os dois melhores terceiros colocados se classificam para as quartas de final, de onde o torneio segue em formato mata-mata até a decisão.

O futebol feminino foi incluído no programa olímpico apenas em Atlanta 1996. O Brasil esteve presente em todas as edições desde então, ao lado de Suécia e Estados Unidos.

A Brasil só não entrou na disputa por medalhas em Londres 2020, quando caiu nas quartas de final. As brasileiras subiram ao pódio duas vezes para receber a medalha de prata, em Atenas-2004 e Pequim-2008.

BRASIL: Bárbara, Bruna Benites, Érika, Rafaelle, Tamires;Formiga (Júlia Bianchi), Andressinha, Duda (Andressa Alves), Marta (Ludmila); Debinha e Bia Zaneratto.

Comentar