Thiago André obtém índice olímpico em Torneio Atletismo Paulista

0
11

O atleta Thiago André (CT Maranhão) foi participou do 6º Torneio Atletismo Paulista, realizado neste sábado (5/6) no estádio do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa, na cidade de São Paulo e garantiu índice olímpico.

O atleta nascido em Belford Roxo (RJ), de 25 anos, venceu a prova dos 800 m, com 1:44.92, superando o índice de 1:45.20, exigido pela World Athletics, para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

O corredor, finalista dos 800 m no Mundial de Londres-2017 (sétimo colocado) e atleta olímpico dos 1.500 m no Rio-2016, confirmou a excelente fase pela qual está passando.

No Sul-Americano de Guayaquil, no Equador, encerrado na segunda-feira (31/5), ele venceu os 800 m e os 1.500 m.

Nos 800 m, ele correu a prova em 1:45.62, batendo o recorde da competição, de 1:46.16, que pertencia desde 1995 a Zequinha Barbosa, um dos melhores meio-fundistas do Brasil e do mundo. O recorde pessoal do atleta é de 1:44.81, obtido em São Bernardo do Campo (SP), em 2017.

Desde o ano passado, por causa da pandemia, o corredor fluminense passou a treinar em Campinas (SP), com a supervisão de Alex Sandro Lopes. Antes, ele era treinado na Europa, com orientação do polonês Tomasz Lewandowski.

“Ele veio para São Paulo para fazer o índice e graças a Deus conseguiu. Ele se preparou muito nas últimas cinco semanas e estava muito focado”, comentou Alex Lopes.

“Ele está sendo muito prejudicado este ano. Não pôde competir na Europa e recebeu várias negativas de viajar por estar no Brasil. Ele não pôde fazer ainda treinos em altitude nem participar de campings”, concluiu.

O treinador acha que Thiago André tem boas chances de disputar a Olimpíada também nos 1.500 m.

“Ele é o primeiro atleta na lista para entrar na competição pela cota por pontos. Ele está em 35º lugar e 45 vão disputar a prova em Tóquio”, informou o treinador. “A vitória dele nos 1.500 m em Guayaquil foi muito importante.”

Thiago André teve boas atuações nas categorias de base. No Mundial Sub-20 de Eugene, nos Estados Unidos, em 2014, por exemplo, ele ficou em quarto lugar nos 800 m e nos 1.500 m.

Ele é o recordista brasileiro sub-20 dos 1.500 m, com 3:40.59, e dos 3.000 m, com 7:59.02, ambos alcançados em 2014. É recordista sul-americano indoor absoluto dos 1.500 m, com 3:39.13, marca alcançada no ano passado na Polônia.

Thiago começou a se interessar por corridas de rua aos 14 anos ao participar das Olimpíadas da Baixada Fluminense.

Comentar