Vôlei Osasco-Audax vai até Bauru em busca da liderança na última rodada do Paulista

0
50

Vôlei Osasco-Audax e Sesi Bauru decidem a liderança da fase de classificação do Campeonato Paulista feminino da Divisão Especial. Os times se enfrentam nesta quarta-feira (16), a partir das 19h30, no ginásio Panela de Pressão, casa do adversário. Para garantir a vantagem de entrar na fase dos playoffs diretamente na semifinal – prerrogativa do primeiro colocado – as comandadas de Luizomar precisam vencer a partida pelo placar de 3 sets a 0 ou 3 sets a 1.

A TVN Sports anuncia transmissão ao vivo pelo Canal SPVôlei (https://spvolei.tvnsports.com.br/). E todos os detalhes e bastidores do confronto podem ser conferidos no canal oficial do clube, a Osasco Vôlei TV (https://osascovoleitv.tvnsports.com.br/).

Caso o Vôlei Osasco consiga superar o adversário sem perder nenhum set ou, no máximo, sendo superado em uma parcial, marca três pontos. Com isso, ultrapassa Bauru na tabela de classificação. Hoje, o Sesi é o primeiro colocado, com 15 pontos, dois a mais que o Audax, que soma 13.

Em caso de vitória das bauruenses ou placar de 3 sets a 2, mesmo que favorável, o time de Luizomar vai iniciar a fase dos playoffs nas quartas de final. Nesse caso, vai enfrentar o Atacadão Joseense, sétimo e último colocado.

Comissão técnica e jogadoras esperam uma verdadeira batalha em Bauru, único time ainda invicto no estadual. Porém, apesar de reconhecer o alto nível de dificuldade da partida, estão confiantes.

“O Sesi tem um time muito bom, muito forte no ataque, mas estamos prontas para dar o nosso máximo. O entrosamento vem a cada jogo, a cada treino. Chegamos há pouco da Copa do Mundo no Japão e, apesar do pouco tempo, evoluímos a cada dia”, garante a central Bia, que estava na seleção do Brasil ao lado de Camila Brait, Mara e Roberta. O quarteto retornou às vésperas da partida contra o Pinheiros. Jogaram e ajudaram Osasco a vencer por 3 sets a 0. Na sequência, o time bateu o São Paulo/Barueri.

Assim como as brasileiras, Ana Bjelica também defendeu seu país, a Sérvia, na Copa do Mundo. A ponteira/oposta chegou ao Brasil dois dias antes da partida contra Barueri e já fez sua estreia.

“Estou em ritmo de jogo e a alegria por voltar para a minha segunda casa compensa qualquer cansaço”, explica a atleta. Camila Brait também enaltece a identificação com a camisa osasquense. “Jogar nesse time é bom demais. Temos muita garra e vamos levar esse espírito de luta até Bauru para buscar a vitória e a liderança”, assegura a líbero.

O técnico Luizomar é só elogios ao seu grupo de atletas.

“Como eu disse logo após a vitória sobre Barueri, para nós, que tivemos quatro jogadoras na seleção do Brasil e uma do time sérvio, esse início de Paulista é como trocar a roda com o carro em movimento. Mas o importante é que estamos conseguindo moldar esse time e todas estão de parabéns pela disciplina tática e, principalmente, pela disposição nos treinos e jogos. E não posso deixar de citar as meninas que estão desde o início da temporada trabalhando aqui em Osasco, sempre dando o seu melhor”, afirma o treinador.

Comentar