Há sete meses para a Copa do Mundo, Bélgica desponta como favorita ao primeiro título

0
0

*Daniel Santos

Quem será campeão do mundo na Russia?

Há pouco Mais de 200 dias para a Copa do Mundo na Rússia, pode se dizer que nunca a seleção da Bélgica foi tão favorita quanto (é) no momento atual.

Apesar de ocupar atualmente o 5º lugar no ranking FIFA, atrás de Alemanha, Brasil, Portugal e Argentina, respectivamente, os Diabos Vermelhos, como são conhecidos desde 1906, encontram-se na frente de seleções campeãs como França (7ª), Espanha (8ª) e Inglaterra (12ª), muito devido ao esquema tático implantado pelo técnico Roberto Martínez, um 3-4-2-1 pouco popular por aqui.

Fato é que, mesmo sem um jogador do patamar de Messi ou Cristiano Ronaldo, e mesmo sem o “currículo” de Alemanha e Brasil, a Bélgica tem hoje uma seleção equilibrada em todos os setores, sobretudo no meio campo.

Nomes como Fellaini (Manchester United –ING), Nainggolan (Roma – ITA) e Hazard (Chelsea – ING), já são aclamados nos tabloides europeus a anos, mas nada empolga mais a torcida belga do que o momento atual de Kevin De Bruyne e Romelu Lukaku. Os dois jogadores são destaques pelas suas equipes na cidade de Manchester, Inglaterra.

Lukaku, atacante de 24 anos, está no Manchester United desde julho desse ano e registra até o momento 11 gols em 17 partidas pelos red devils. Já De Bruyne, no Manchester City desde a temporada 2015/16, vem se destacando com gols e assistências e até o momento, é considerado o jogador mais valioso na Europa na temporada 2017/18, com valor estimado em 144,5 milhões de euros.

Por não sofrer a mesma pressão da mídia comparada com outras tradicionais seleções europeias, espera-se que essa geração tenha um desempenho melhor ao da Copa de 1986, onde alcançou o 4º lugar. Indo disputar sua 12ª Copa do Mundo, hoje a torcida belga sabe que sim, é possível sonhar com seu primeiro titulo de campeã do mundo de futebol.

*Aluno do Curso de JE – Senac Lapa Scipião

Comente