JUBS Conferência Sul: Em jogo polêmico, UNIP-SP e UCBD-MS empatam por 3×3

0
8

Na quinta-feira, 22, aconteceu no Ginásio Chico Neto, na cidade de Maringá, a partida de futsal feminino entre UNIP-SP e UCBD-MS, jogo válido pela Conferência Sul, do JUBS. A equipe paulista abriu o placar, mas viu a equipe sul-mato-grossense virar o jogo por 3×1, porém conseguiu o empate em 3×3 com a utilização extremamente ofensiva da goleira-linha.

O jogo começou de maneira bem nervosa para ambas equipes com grande número de passes errados e bastante faltas. A UNIP atingiu o limite de cinco faltas logo aos dez minutos de jogo e teve de ter bastante cautela para não ser penalizada com um tiro-livre. Aos 13 minutos foi a vez da UCBD atingir as cincos faltas fazendo as equipes ficarem bastante receosas nas divididas.

Após as equipes atingirem um número perigoso de faltas o jogo passou a ser mais aberto e dar mais oportunidades para a criação de jogadas individuais, foi dessa maneira que a camisa 12 da equipe paulista abriu o placar aos dez minutos. Com o placar adverso a UCDB passou a buscar mais o gol adversário e abriu espaço para os contra-ataques.

Aos 14 minutos a goleira sul-mato-grossense conseguiu um lançamento de rara felicidade para a camisa 9 de seu time, que só precisou resvalar na bola de cabeça para deixar números iguais, 1×1.

A camisa 13 da UCDB acabou por se destacar após a equipe paulista atingir as cinco faltas, construindo jogadas individuais através de dribles e bastante velocidade. A virada no placar deve ela como protagonista ao passar da defesa adversária e servir a camisa 4 de seu time. Nos últimos três minutos do primeiro tempo e atrás no placar, a UNIP não conseguiu criar grandes chances.

O primeiro tempo começou de maneira equilibrada, com boas chances para ambos os lados, mas foi a UCDB que conseguiu ampliar o placar aos nove minutos da segunda etapa, com sua camisa 13.

Precisando de dois gols para o empate a equipe paulista apostou fortemente em sua goleira linha e na posse de bola no campo ofensivo para construir o resultado. A estratégia logo surtiu efeito e aos dez minutos a equipe conseguiu diminuir o placar. Aos sete minutos o gol de empate veio, mas acabou por ser anulado pelo juiz que alegou a saída da bola em lateral.

A pressão nos últimos dez minutos foi tão grande que a equipe sul-mato-grossense não conseguiu fazer nada a não ser buscar chutões para o campo adversário. Além do gol anulado, a equipe paulista também acertou a trave duas vezes. Aos 18 minutos de jogo a postura ofensiva foi recompensada e a UNIP conseguiu igualar o placar.

Após o gol de empate ambas equipes se propuseram a postura ofensiva com suas goleiras-linhas, o que acabou em resultar em lance polêmico e muita reclamação da UCDB alegando que uma oponente usou a mão para tirar uma bola que tinha a direção do gol vazio. O lance gerou grande comoção e acabou causando a expulsão do técnico do Mato Grosso do Sul após advertência anterior.

A grande reclamação não adiantou e a partida acabou em números iguais. A UNIP volta ao Chico Neto nessa sexta, em duelo decisivo contra a UNIPLAC-SC. A UCDB tem a sexta-feira de descansa e volta as quadras no sábado contra a FEEVALE-RS.

Comentar