Brasil conquista quatro medalhas no segundo dia dos Jogos Paralímpicos

0
11

O segundo dia dos Jogos Paralímpicos foi recheado de medalhas para o Brasil. O país conquistou duas pratas, com o cavaleiro Rodolpho Riskalla no hipismo e com o esgrimista Jovane Guissone na espada categoria B, e dois bronzes na natação, com Daniel Dias, na prova dos 100m livre (classe S5) e no revezamento 4x50m livre 20 pontos.

O Brasil acumula, agora, oito pódios, sendo um ouro, três pratas e quatro bronzes. Ocupa a 10ª colocação no quadro de medalhas. China já lidera com sete ouros entre as 22 láureas alcançadas em dois dias. Comitê Paralímpico Russo e Grã-Bretanha têm 16 medalhas e seis ouros cada um, porém os britânicos têm mais pratas que os russos (7 x 4). Os Jogos Paralímpicos começaram em 24 de agosto e se encerrarão em 5 de setembro.

O cavaleiro Rodolpho Riskalla, 36, ficou com a medalha de prata no hipismo, na disputa individual do Grau IV (comprometimento leve em um ou dois membros, além de atletas com deficiência visual moderada).

Em sua apresentação com o cavalo Don Henrico, da raça Hannoveraner, o paulistano obteve a pontuação de 74,659%, atrás apenas de Sanne Voets, montando o cavalo Demantur, da raça KWPN (que, na tradução livre do holandês significa Cavalo Real de Sangue Quente Studbook dos Países Baixos), que fechou a apresentação com 76,585%.

O bronze ficou com a belga Manon Clayes, que montou um oldenburguer chamado San Dior (72.853%).

Dono de dois vice-campeonatos mundiais do hipismo paraequestre, Rodolpho Riskalla teve mais uma grande apresentação em Tóquio. Embalado por “Aquarela do Brasil” que tocava ao fundo durante sua apresentação, o cavaleiro fez uma boa passagem e mostrou ótimo controle de Don Henrico.

Com a prata em Tóquio, o Brasil soma agora cinco medalhas no adestramento paralímpico. O país já tinha conquistado outros quatro bronzes na modalidade. Dois com Marcos Alves, o Joca, em Pequim 2008 e outros dois com Sergio Froes Oliva nos Jogos Rio 2016.

Rodolpho Riskalla pode repetir esse feito e também fazer dois pódios em Tóquio: os oito melhores colocados do adestramento se classificaram para o “freestyle”, na próxima segunda-feira (30).

Comentar