Leonardo Vitorino vem cumprindo o desafio de implantar novidades no Ceará SC

0
304

O técnico Leonardo Vitorino, de 44 anos (23 de novembro de 1973), ficou por 12 anos trabalhando no futebol internacional, vivendo experiências em diversos países, além de realizar cursos na Ásia e Europa, como nomes importantes dos gramados e da gestão esportiva. Com esse background adquirido internacionalmente, o treinador resolveu ficar um tempo no futebol brasileiro atrás de um desafio importante, ou seja, colocar em prática tudo o que vivenciou e aprendeu fora do País.

O Ceará SC, um dos grandes clubes do futebol nordestino e nacional, abriu as portas para Vitorino há pouco mais de cinco meses (desde 03 de março), que assumiu como coordenador técnico, objetivando o crescimento na qualidade do trabalho com o futebol, dando especial ênfase à base.

“O Ceará é um dos maiores clubes do Brasil e fico muito feliz em ter esta liberdade e apoio da diretoria para executar o trabalho que temos certeza que trará resultados em longo prazo, no que diz respeito à formação de novos jogadores”, relatou Leonardo.

E, o Ceará SC já atingiu um status importante em seu trabalho de base após da chegada de Vitorino, especialmente no que diz respeito à formação. Através de um comunicado oficial enviado pela Confederação Brasileira de futebol (CBF), o Vozão já integra, neste ano, a categoria “A”, como Entidade de Prática Desportiva Formadora.

“É uma grande conquista para o Ceará SC ter este selo ‘A’ da maior entidade do futebol nacional, que é a CBF. Todos sabem que o clube continua no caminho certo para se tornar uma das grandes potências do futebol brasileiro, no tocante à formação de jogadores”, explicou Leonardo, lembrando que a equipe já disputou a Copa do Brasil Sub-20 nesta temporada.

E, com os resultados já aparecendo, mas com muito trabalho pela frente, o treinador recusou algumas ofertas do cenário internacional, incluindo uma seleção, que acompanhou a performance do brasileiro no comando do Camboja, que conseguiu resultados inéditos e expressivos, sem falar na campanha histórica e de recorde dirigindo o Lanexang United, equipe do Laos, que lhe rendeu comparações com Pepe Guardiola e uma carta de cumprimento da Federação Internacional de Futebol (FIFA), graças a série de 23 vitórias seguidas.

“Ser o maior recordista de vitórias seguidas na Ásia e ter seu nome entre os melhores do futebol mundial é uma grande conquista para um treinador brasileiro. Isso faz com que a gente, a cada dia trabalhe mais para que outras conquistas possam vir e mostrar que a qualidade do profissional brasileiro não pode ser mensurada por conquistas ou não de Copas a cada quatro anos”, comentou Leonardo.

Entre as principais conquistas do Ceará SC em 2018, estão: Cearense Sub-17, Copa Água Branca do Nordeste Sub-17, Copa Água Branca do Nordeste Sub 15 e a Copa Seromo Sub-15.

Ao longo de sua carreira, o carioca Leonardo Vitorino viveu experiências importantes em diversos países, comandando estas seleções: Australiana Sub-17, Norte-americana Sub-15, a principal de Trinidad e Tobago e também principal do Camboja. Além disso, trabalhou na base do Botafogo-RJ, no time principal do Santos (Angola) e em equipes do Paraná e do Rio de Janeiro.

Foi técnico e coordenador da base, além de assistente técnico do principal, no Al Gharafa (Qatar); coordenador da base do Al Jaish (Qatar); diretor técnico do Buriram United (Tailândia); técnico do Lanexang United (Laos), conquistando o título da Liga local e o vice-campeonato da Toyota Mekong Cup Championship – 2017; e técnico da Seleção do Camboja.

Fora das quatro linhas, Leonardo Vitorino se graduou em todos os Cursos de Treinadores da Federação Asiática de Futebol. Além disso, fez o Curso da FIFA de Gestão, Marketing e Gestão no Esporte.

Foto: Divulgação

Comentar