Meninas protagonizam duelos mais emocionantes no Brasileiro de Levantamento de Pesos 2022

0
11

As disputas femininas no primeiro dia do Campeonato Brasileiro de Levantamento de Pesos foram as mais emocionantes entre todas. Na categoria para até 49kg, três atletas brigaram a cada movimento pelo ouro, com Nathasha Rosa levando a melhor. Na 59kg, um final supreendente, com uma das favoritas não pegando medalha e Raquel Souza comemorando no alto do pódio. Por fim, Luana Madeira reinou absoluta na disputa para até 55 kg.

A primeira disputa acirrada aconteceu no 49kg. A família Rosa Figueiredo dominou o pódio Adulto na categoria, com o ouro para Nathasha e o bronze para Emily. Natasha alçou um total de 188 kg, sendo 84 kg no arranco e 104 kg no arremesso (novo recorde brasileiro). Já Emily alcançou um total de 180 kg. Medalhista de prata, Luiza Dias, campeã brasileira em 2021, levantou 181 kg, estabelecendo o novo recorde brasileiro no arranco (85 kg).

“Hoje tudo contribuiu. Vim pensando em fazer o meu melhor e realmente fiz o meu melhor”, comemorou a medalhista de ouro. “No ano passado eu tive um grande contratempo e hoje me vejo recuperada. Estou muito feliz pelo meu resultado”, acrescentou Nathasha.

No Sub-20 o ouro ficou com Giovanna Tavares, com seus 149 kg levantados. A medalha de prata ficou com Julia Satyro de Souza, que ergueu um total de 117 kg.

Na 55 kg feminino, Luana Oliveira Madeira foi dominante. Faturou a medalha de ouro após levantar 162 kg, sendo 74 kg no arranco e 88 kg no arremesso. Teve como companhia no pódio Gabriela Uekita, medalhista de prata com 145 kg levantados, e Bruna Girardi, com os mesmos 145 kg, mas alcançado a marca depois de Gabriela. Sophia Garcia venceu o sub-20, alçando um total de 114 kg.

“É um recomeço na minha carreira”, reconheceu a medalhista dourada, que mantém planos ambiciosos para o futuro. “Penso numa medalha em Pan-americano e Mundial, além de uma participação olímpica. Mas tudo tem um tempo e um processo para isso”, descreveu Luana.

Mas o melhor estava reservado para o fim, na categoria para até 59 kg. Raquel Santos levantou um total de 191 kg, com 88 kg no arranco e 103 kg no arremesso, mas Letícia Laurindo, uma das favoritas, ainda faria as três tentativas no arremesso, começando com 108kg, o que já lhe garantiria o ouro. Mas, errou as três e acabou desclassificada e fora do pódio.  A prata ficou, nos critérios de desempate, com Bruna Piloto, que fez os mesmos 191 kg. O bronze coube a Rosane Santos, com um total combinado de 186 kg.

“Primeiramente quero agradecer à minha família e ao meu treinador, que sempre acreditaram em mim. Estão me ajudando a crescer como atleta e como pessoa”, desabafou a campeã. “Agora vamos por mais competições e novas vitórias”, profetizou.

Nesta mesma categoria, mas pelo sub-20, Julia Vieira foi a campeã ao alçar um total combinado de 170 kg. Dez a mais do que a medalha de prata Yasmin Cunha (160 kg). Com 155 kg no total, Marcella Piovesan foi bronze.

O Campeonato Brasileiro prossegue neste sábado, dia 4, com as disputas das categorias masculinas de 73 kg (Grupo A), 81 kg (Grupo B), 89 kg e 96 kg, além das femininas de 64 kg, 71 kg e 76 kg. O torneio tem transmissão na íntegra na página do Facebook da Confederação Brasileira de Levantamento de Pesos (https://www.facebook.com/cblpesos).

Comentar