Osasco-Audax enfrenta São Caetano em busca da segunda vitória no Paulista 2018

0
29

O Vôlei Osasco-Audax busca a segunda vitória no Campeonato Paulista 2018. Após bater o Valinhos Vôlei por 3 sets a 0 na estreia, enfrenta o São Cristóvão Saúde nesta quinta-feira (20), a partir das 20h, no Ginásio Lauro Gomes. A expectativa da equipe e comissão técnica é repetir, na casa do adversário, o bom desempenho da rodada de abertura, no Liberatti, além de mostrar evolução técnica e tática à medida que o elenco ganha entrosamento na temporada em que busca do heptacampeonato estadual.

Com uma vitória em uma partida, o Vôlei Osasco-Audax ocupa a terceira posição do Paulista, enquanto São Caetano está na quarta colocação, com um resultado positivo e dois negativos. Ambos somam três pontos. O técnico Luizomar gostou da postura do time na estreia e espera que tanto o desempenho técnico como tático subam de produção ao longo da fase de classificação.

“Montamos uma equipe versátil, técnica e de atitude. Estamos em início de temporada e à medida que as atletas se entrosarem mais, a expectativa é de atuações cada vez mais consistentes”, avalia.

Próximas rodadas – Depois da estreia contra Valinhos e de enfrentar o São Cristóvão Saúde, o Vôlei Osasco-Audax vai encarar o Pinheiros, dia 28, também na casa do adversário, às 20h. A equipe de Luizomar retorna ao José Liberatti nas duas rodadas finais da fase classificatória. Recebe o Sesi Vôlei Bauru no dia 5 de outubro, a partir das 19h, e encerra sua participação da etapa inicial do Campeonato Paulista no dia 12, diante do Hinode Barueri, às 21h30.

Time para a temporada 2018/19 – Atual hexacampeão Paulista e tricampeão da Copa Brasil – títulos conquistados na temporada passada – o Vôlei Osasco-Audax reformulou seu elenco. Reuniu três campeãs olímpicas – Paula Pequeno, Walewska e Carol Albuquerque -, além de contar com atletas que estavam defendendo a Seleção Brasileira – Claudinha e Lorenne – e jogadoras que já defenderam seu país em competições internacionais – Mari Paraíba, Camila Brait e a norte-americana Hooker.

Também tem no grupo as centrais Natasha, Nati Martins e as ponteiras Angela Leyva e Domingas. A equipe osasquense investe ainda na nova geração do esporte. Renovou os contratos da líbero Kika e da levantadora Gabriela Zeni e trouxe a ponteira Vivi e a central Mayara.

Comentar