Entrevista com Mariana Grasielly, atleta do lançamento de martelo

0
30

Aos 27 anos, Mariana Grasielly é um dos principais nomes do atletismo brasileiro. De acordo com site da Confederação Brasileira de Atletismo, a atleta fechou a temporada passada na primeira colocação do lançamento de martelo com a marca 66,88. Em 2020, a atleta do IEMA São Caetano confirma a boa fase e já lidera o ranking com a marca de 63,18.

“Estar bem no ranking nacional é muito importante e gratificante. Fiz apenas uma competição esse ano, acredito que teria sido um ano bastante positivo. Mas o esporte é assim, existem imprevistos e nem sempre as coisas acontecem como planejamos. Mas vejo como grande qualidade a capacidade de adaptação”, falou Mariana Grasielly.

Segundo orientação da Organização Mundial da Saúde, o distanciamento social é a melhor forma de evitar a propagação do coronavírus. Diante disso, todas as competições esportivas foram adiadas ou canceladas, mas os atletas, principalmente os de alto rendimento segue um rotina de treinamento e cada de uma maneira.  Outra preocupação, tem sido em relação a alimentação.

“Apesar de estar em casa, estou buscando uma rotina de treino, a parte de “musculação” é tão importante quanto a parte técnica no meu treinamento, e com ajuda do Crossfit Animal Gym tenho conseguido fazer a parte de musculação em casa. Sendo assim estou tentando adaptar minha  alimentação  com a minha rotina. Mas de uma forma geral eu como de tudo, só tento controlar a quantidade e dias. Tenho o auxilio do meu nutricionista, Marcus Quaresma”, falou.

Em um ciclo olímpico, a preparação do atleta é diferente, e com o adiamento dos Jogos Olímpicos a atleta Mariana Grasielly comenta sobre a preparação e impacto com a mudança de data.

“Acredito que assim como eu, todos atletas terão que rever e refazer a preparação para os Jogos. Porém a saúde de todos é mais importante agora. Estou procurando enxergar de uma forma positiva, e que terei mais tempo para me preparar”, e completou.

“As competições para esse ano estão sem datas ainda, dentro de uma estimativa continuo treinando. O mais importante agora referente a treino é não perder muito a forma física”.

Em tempo de distanciamento, muitos atletas estão recorrendo a colocar as séries em dia, atualizar a leitura e praticar exercícios, como tem sido sua rotina para se distrair?

“Gosto bastante de ver filme e séries, tenho assistido bastante de diversos gêneros. Normalmente assisto mais séries policiais, investigativas. Ou filmes baseados em histórias reais de pessoas que tiveram grande impacto social. Um filme recente que assisti foi “A vida e história de Madam CJ Walker”, um filme muito interessante. Estou começando a prática de yoga, e atual o Espaço Prithvi onde prático está disponibilizando as aulas online. Procuro estudar, ler e algumas vezes na semana estou ajudando amigos na prática de atividade física, além de treinar (risos). Se souber organizar da pra fazer bastante coisa”, explicou Mari.

Para finalizar, Mariana falou da nova gestão da Federação Paulista de Atletismo e a importância dessa proximidade com os atletas.

“A princípio estou vendo de forma muito positiva essas mudanças. Vejo um grande interesse em tornar o atletismo mais acessível e melhor para todos, e nada melhor do que a troca de ideia e dar voz e visibilidade a todos para evoluirmos juntos”, finalizou.

Comentar