Fernanda/Bárbara e Maria Elisa/Carol Solberg vencem e vão à semifinal nos EUA

0
33

O Brasil já tem medalha garantida no torneio feminino da etapa de Huntington Beach, nos EUA, pelo Circuito Mundial de vôlei de praia 2018. Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ) e Maria Elisa/Carol Solberg (RJ) venceram seus jogos pelas quartas de final neste sábado (05.05) e estão na semifinal do torneio. Elas só se enfrentam em uma disputa de ouro ou bronze, garantindo ao menos uma medalha para o país na etapa quatro estrelas.

As adversárias das brasileiras sairão dos jogos da repescagem, que acontecem ainda neste sábado, a partir das 19h (de Brasília). Fernanda e Bárbara enfrentam o time vencedor da partida entre Bansley/Wilkerson e Sarah Pavan/Melissa Paredes, ambas do Canadá. Já Maria Elisa/Carol encaram as alemãs Julia Sude/Laboureur ou as norte-americanas Hughes e Ross.

Os confrontos e horários, que ainda não estão definidos, serão atualizados no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) ainda neste sábado. Os dois times do Brasil no naipe feminino são os únicos invictos em Huntington Beach, tendo vencido os quatro jogos que fizeram até aqui e se mantido sempre na ‘chave dos vencedores’.

Maria Elisa e Carol Solberg venceram e deram um presente ao treinador da dupla Luciano Kioday, que fez aniversário neste sábado. Elas passaram pelas canadenses Sarah Pavan e Melissa Paredes por 2 sets a 0 (21/16, 21/18), em 38 minutos de duração. Após a vitória, que contou com três aces de Maria Elisa, além de quebras de passe, a carioca analisou a partida.

“Jogamos muito bem contra elas, forçamos muito o saque, tentando dificultar passe e levantamento. Respeitamos muito ambas como atletas, são um time forte, mas não mudamos nosso estilo pelo fato da Sarah ser a bloqueadora mais alta do Circuito. Fomos agressivas durante todo tempo, fez com que nosso jogo fluísse. Estou bem feliz, agora vamos descansar, estudar nosso cruzamento e entrar forte para o próximo jogo”, disse Maria Elisa.

Do outro lado da chave, Fernanda Berti e Bárbara Seixas encararam atletas da casa, que tiveram apoio da torcida. Mas as brasileiras mantiveram o bom momento e a paciência nos lances decisivos, vencendo o duelo contra Sara Hughes e Summer Ross de virada, por 2 sets a 1 (18/21, 21/19, 15/11), em 54 minutos de partida. Fernanda Berti comentou sobre a vaga na semifinal e o bom esquema defensivo no duelo das quartas de final.

“O duelo foi muito disputado, bastante igual e decidido nos pequenos detalhes. Elas possuem um sistema defensivo bom, mas também conseguimos defender muito bem, gerando contra-ataques. Mantivemos o foco, tendo paciência com os erros, bastante unidas e pensando ponto a ponto. A Sara (Hughes) começou a jogar vôlei aqui, é californiana, então elas estavam bem empolgadas e conseguimos segurar esse ímpeto. A torcida norte-americana gosta demais de vôlei de praia, então, apesar de estarem torcendo para as meninas da casa, nos respeitaram e aplaudiam jogadas bonitas. E atuar contra uma dupla da casa é instigante, é bacana”, disse.

O único revés do dia foi de Ágatha e Duda (PR/SE), que estavam na chave da repescagem, onde quem perde uma vez está eliminado. Elas foram superadas no Round 5 pelas canadenses Bansley e Wilkerson por 2 sets a 1 (21/15, 18/21, 7/15), em 44 minutos, encerrando o torneio na nona colocação do torneio californiano.

A etapa norte-americana é realizada em parceria com a AVP, principal liga norte-americana da modalidade. O sistema é de dupla eliminatória, onde as duplas que ganham, avançam diretamente, enquanto quem perde uma vez, cai para a chave dos perdedores (repescagem), disputa mais jogos e se perder uma segunda vez, fica fora do torneio.

Os times campeões na etapa californiana recebem 800 pontos no ranking geral e cerca de R$ 68 mil em prêmios. Ao todo são 150 mil dólares em premiação às duplas participantes. Até agora o Brasil soma quatro medalhas no Circuito Mundial 2018: uma de ouro, duas pratas e um bronze. Após as etapas dos EUA e da Turquia, o próximo evento do tour com times do país será na Suíça, em torneio três estrelas na cidade de Lucerna, de 9 a 13 de maio.

Comentar