SLS: Rayssa Leal é campeã da Street League pela primeira vez e Pamela Rosa fica com prata em Los Angeles

0
131

Rayssa Leal 11 anos (conhecida como Fadinha do skate) se consagrou campeã na sua segunda participação do campeonato.

Rayssa Leal e Pamela Rosa colocaram o Brasil duplamente no pódio e marcaram história, neste domingo (28), com título inédito e prata, respectivamente, na etapa de Los Angeles (EUA) da Street League Skateboarding (SLS). No total, foram seis represenantes do skate brasileiro nas finais: Leticia Bufoni (6ª), Giovanni Vianna (4º), Carlos Ribeiro (5º) e Kelvin Hoefler (7º).

A Street League é chancelada pela World Skate e conta pontos na corrida olímpica.

Final feminina

Aos 11 anos, Rayssa Leal totalizou 23.3 pontos e se sagrou campeã de uma edição da Street League pela primeira vez. Pamela Rosa somou 22.8 para ficar com o segundo lugar. Com 21 pontos, Leticia Bufoni fechou a participação do Brasil na final com a sexta posição. 

A presença da dupla no pódio já havia acontecido na etapa de Londres da competição, em maio. Na ocasião, Pamela saiu como vencedora e Rayssa ficou com a terceira colocação. Leticia Bufoni foi a quarta.

Confira a classificação completa das finais:

Feminino
1ª – Rayssa Leal (BRA) – 23.3 pontos
2ª – Pamela Rosa (BRA) – 22.8
3ª – Alana Smith (EUA) – 22.5
4ª – Aori Nishimura (JAP) – 22.1
5ª – Margielyn Didal (PHI) – 21.7
6ª – Leticia Bufoni (BRA) – 21
7ª – Alexis Sablone (EUA) – 16.3
8ª – Yumeka Oda (JAP) – 8.1

Brasil nos Jogos de Tóquio 2020 
Pelos critérios estabelecidos para as Olimpíadas, o Brasil poderá contar com até 12 atletas no total em Tóquio – três no Park Feminino, três no Park Masculino, três no Street Feminino e três no Street Masculino.

A participação desse número limite dependerá do desempenho dos brasileiros ao longo das duas janelas classificatórias estabelecidas pela World Skate para a corrida olímpica. A primeira delas vai até 15 de setembro de 2019 e o segundo ciclo acontece de 16 de setembro de 2019 a 31 de maio de 2020.

Comentar