Brasil derrota a Colômbia na estreia da Copa América de Basquete

0
19

A Seleção Brasileira Adulta Feminina derrotou a Colômbia, neste domingo (22 de setembro), por 67 a 61 (28 a 28 no primeiro tempo), em jogo válido pela primeira rodada da FIBA Women’s AmeriCup 2019 (Copa América), disputado no Coliseu Roberto Clemente, na cidade de San Juan, Porto Rico.

A partida foi marcada pelo equilíbrio, com as duas equipes lutando muito pela vitória. Com esse panorama, aliado ao fato de ser uma estreia, o nervosismo esteve presente, atrapalhando o desempenho das duas nações. O selecionado nacional, no entanto, cresceu de produção no momento certo e conseguiu desgarrar nos minutos finais para garantir o primeiro resultado positivo, jogando com muita garra e determinação – 15 a 18 (primeiro), 13 a 10 (segundo), 19 a 21 (terceiro) e 20 a 12 (quarto).

“Este foi um jogo de estreia e estamos cientes das dificuldades que encontraremos neste campeonato, pois cada jogo tem a sua importância. Neste primeiro encontramos algumas dificuldades, que não conseguimos responder de imediato, mas nos mantivemos unidas para poder encontrar a melhor solução e sair com o resultado positivo; foi importante vencer, mas temos que saber sempre, o porquê estamos vencendo ou perdendo, temos consciência disso e a ideia é seguir fazendo, da melhor maneira possível, o que comissão técnica nos pede”, comentou a pivô Clarissa dos Santos.

“A ansiedade nos atrapalhou um pouquinho, visto que não conseguimos fazer a defesa que deveríamos, dentro do que foi treinado, mas saímos com o resultado positivo, demonstrando uma importante recuperação no último quarto, já que passamos boa parte do jogo atrás. No final, crescemos de produção e vencemos na estreia, o que foi muito importante”, complementou a lateral Tati Pacheco.

Jogaram pela Seleção Brasileira: 03. Isabela Ramona (01 ponto e 01 bola recuperada), 05. Rapha Monteiro (01 rebote, 01 assistência e 01 bola recuperada).

07. Patty Teixeira (12 pontos, 02 assistências e 02 bolas recuperadas), 08. Tainá Paixão (08 pontos, 01 rebote, 04 assistências e 01 bola recuperada), 10. Tati Pacheco (03 pontos).

11.Clarissa dos Santos (14 pontos, 06 rebotes, 01 assistência e 01 bola recuperada), 12. Damiris Dantas (12 pontos, 09 rebotes, 01 assistência, 01 bola recuperada e 01 bloqueio), 14. Erika de Souza (11 pontos, 10 rebotes, 02 assistências e 01 bola recuperada).

18.Débora da Costa (02 pontos, 01 rebote, 05 assistências, 01 bola recuperada e 01 bloqueio), 23. Alana Gonçalo (01 bola recuperada). 31. Nádia Colhado (04 pontos e 09 rebotes) e 97. Mariana Moura.

Comissão Técnica: Adriana Aparecida dos Santos Lopez (gerente técnica), Ricardo Brito de Carvalho (administrador), José Alves dos Santos Neto (técnico), Virgil Marc Michel Lopez e João Almeida Camargo Neto (assistentes técnicos), Diego Maroja Falcão (preparador físico), Paulo Roberto de Queiroz Szeles (médico), Isabel Cristina Castro Rosa e Jordana Reis da Silva (fisioterapeutas).

O segundo compromisso do Brasil na fase inicial da FIBA Women’s AmeriCup 2019 (Copa América) será contra a Argentina, já nesta segunda-feira (23 de setembro), às 21h (de Brasília), no Coliseu Roberto Clemente, em San Juan, Porto Rico. O clássico sul-americano terá transmissão ao vivo pelos canais SporTV.

“Temos que entrar em quadra sabendo que é um novo jogo, firme, concentradas e conscientes, pois vai ser mais uma partida dura ao longo dos quarenta minutos. Temos que jogar sempre unidas, com muito empenho e dedicação”, relatou Clarissa.

A Seleção Brasileira, na primeira fase, aparece no Grupo B, ao lado da Argentina, Paraguai, Colômbia e dos Estados Unidos. Já o Grupo A conta com República Dominicana, Cuba, Canadá, México e Porto Rico.

Pelo regulamento, na fase inicial as equipes jogam entre si, dentro de suas respectivas chaves, em turno único, e as duas melhores nações de cada uma delas avançam à semifinal, que terá estes confrontos: 1º colocado do Grupo A x 2º colocado do Grupo B e 1º colocado do Grupo B x 2º colocado do Grupo A. Os vencedores das semifinais disputam o título.

Os oito primeiros colocados da FIBA Women’s AmeriCup 2019 garantem vaga no Torneio Pré-olímpico das Américas, que ocorrerá em novembro.

Foto: FIBA

Comentar